quinta-feira, 20 de dezembro de 2018

Sugestão para a Record: "Programa Livre" nas madrugadas

"Fala garoto!"
O Programa do Porchat realmente chegará ao fim na Record. Com isso, abre-se uma lacuna na programação. A emissora chegou a cogitar substituí-lo, mas, ao que parece, deverá optar pela mais preguiçosa das soluções: voltar com as séries enlatadas. Nada contra as séries, mas a emissora deu uma boa revitalizada em seu início de madrugada com a atração de Fabio Porchat e, agora, vai colocar tudo a perder.

Por isso mesmo, o TELE-VISÃO dá uma de diretor de programação e dá uma sugestão à direção da Record. A emissora poderia, no horário, apostar em uma atração aos moldes do extinto Programa Livre, do SBT. Ou seja, um programa de entrevistas com um apresentador antenado, diante de uma plateia formada por jovens participativos, e que mesclasse bate-papo e boa música. Já imaginou?

A Globo foi muito feliz ao não ir na mesma direção da concorrência e apostar num talk show mais jornalístico e menos humorístico, o Conversa com Bial. Sendo assim, a Record também poderia pensar em ser uma alternativa. Deixe o humor (duvidoso) para Danilo Gentili no SBT, e aposte num programa de entrevistas que seja diferente tanto do The Noite quanto do programa de Pedro Bial. E um programa juvenil, aos moldes do Programa Livre, seria algo bem interessante de se ver no horário.

Serginho Groisman ainda faz mais ou menos o que fazia no Programa Livre em seu Altas Horas, nas noites de sábado da Globo. Mas o formato sempre funcionou muito bem na grade diária. O desafio da Record seria encontrar um apresentador tão eficiente quanto Serginho para assumir esta função. Afinal, deve ser alguém que tenha aceitação e entrada junto ao público juvenil, além de possuir estofo e repertório para conduzir as entrevistas e a plateia com harmonia. Não é fácil.

Há alguns nomes da extinta MTV Brasil com bagagem para a missão. O nome mais adequado, na minha humilde opinião, é o de Cazé Peçanha, um apresentador talentoso e com muito repertório. Mas nomes como Sarah Oliveira, Marina Person, Sabrina Parlatore e Didi Wagner também seriam boas opções. Caso opte por uma solução caseira, a Record tem um nome e tanto para isso: Marcos Mion. 

Mas a Record, infelizmente, não deve investir nisso no próximo ano e nem nos demais. Porém, não custa sonhar, não é?

André Santana

9 comentários:

  1. Programa Livre, nos dias políticos em que vivemos, na Record e no horário próximo da IURD??? Realmente é sonhar demais...

    Aliás é triste ver que o antigo Programa Livre virou o atual Altas Horas, que virou um grande show de celebridades (e pseudo celebridades) e perdeu totalmente seu viés de discussões interessantes, inclusive bem necessárias atualmente. Até pode ter uma ou outra atração aceitável, mas virou um programa comum; não é péssimo, mas esta longe de ser o que foi um dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem toda razão, Alexandre! Sei que o Programa Livre, da maneira que era, não cabe na Record, e talvez em nenhuma emissora mais. Mas poderiam aproveitar o formato com entrevistas leves, apenas para ter uma forma diferente da concorrência. Acho o formato, com convidados e plateia perguntando, muito bom!

      Excluir
  2. Acho muito difícil a Record apostar em um programa desse tipo nesse momento em que estamos vivendo. Mais fácil retornar o famigerado Fala Que Eu Te Escuto.

    ResponderExcluir
  3. Mais ainda é o que rende discussões mais pertinentes em um horário não tardio... O programa livre era muito bom mesmo porém só funcionou com o Sérgio no outros tempos hoje tem que ter os nomes da onda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É que o Prograna Livre era a cara do Serginho! O formato é ele. Mas a Record já teve um programa semelhante, o Domínio Público, apresentado por Otaviano Costa em 2001.

      Excluir
    2. Acho que apostariam em nomes da moda como youtubers e outros picolés de chuchu. Infelizmente.

      Excluir
  4. Marcos Mion esse seria o apresentador perfeito

    ResponderExcluir
  5. Colocar humoristas em uma casa que a cada um deles elaborar um caso,ou até mesmo,piadas ,e que eles ficariam como a fazenda,mais por favor sem ser tão vulgar ou ofender as coisas de Deus e que eles mesmos fizerem suas comidas,(palhaçada 24horas por dia)

    ResponderExcluir