sexta-feira, 5 de outubro de 2018

SBT manda mal ao ampliar o "Primeiro Impacto"

"Separa que é briga!"

Nesta semana, o matinal Primeiro Impacto, do SBT, ganhou mais uma hora de duração. Agora, a atração comandada por Dudu Camargo e Marcão do Povo tem nada menos que quatro horas, cobrindo parte da faixa horária anteriormente dedicada ao público infantil. Trata-se de uma manobra equivocada da emissora (a ideia é do próprio Silvio Santos, dizem), já que Primeiro Impacto, claramente, não tem estrutura para ficar tanto tempo no ar.

O jornal já penava para preencher suas duas horas e meia, quando era exibido entre 6h e 8h30. Dudu Camargo e Marcão do Povo costumavam passar um bom tempo numa conversa fiada com o público, enquanto eram exibidas matérias requentadas do SBT Brasil e do SBT Notícias. O diferencial eram as entradas ao vivo, que davam alguma temperatura e agilidade ao noticioso. Mas ficava claro que o Primeiro Impacto operava precariamente, por mais esforçada que fosse sua equipe (e é preciso reconhecer isso: a equipe sempre se mostrou comprometida, procurando fazer um jornal longo sem recursos, mas com criatividade).

No entanto, com o fim do Mundo Disney, o Primeiro Impacto ganhou mais meia hora e nenhum investimento. O que já seria algo temeroso. Agora, ganhou mais uma hora. E segue com a mesmíssima estrutura. Assim, o que se vê no ar é uma espécie de reedição do SBT Notícias, que ocupa a madrugada toda. Neste jornal, as notícias vão sendo reexibidas e atualizadas de tempos em tempos. Agora, o Primeiro Impacto segue a mesma cartilha. Com isso, o SBT soma mais de oito horas de jornalismo ao vivo, ininterruptamente, sem ter estrutura para tal.

Além de não ter estrutura para comportar quatro horas de duração, o Primeiro Impacto ainda provoca a redução do espaço da programação infantil. O Bom Dia & Cia, único infantil diário da emissora, agora entra no ar às 10 horas da manhã. Assim, a emissora quebra uma tradição que mantinha desde que entrou no ar, nos anos 1980: dedicar toda a sua manhã aos infantis.

Não deu outra: com a ampliação, o Primeiro Impacto viu sua média de audiência cair. O jornal, que era vice-líder de audiência, passou a ficar atrás da Record. Trata-se de uma consequência esperada, já que a emissora nunca foi referência em jornalismo, e sim em infantis. Mudar um hábito como esse não é tão fácil assim.

Mas, pelo jeito, “enfiar” o Primeiro Impacto goela abaixo de seu público é uma missão de vida de Silvio Santos. O dono do SBT já tentou emplacar o jornal na hora do almoço, numa mudança estapafúrdia que durou menos de uma semana. Agora, tenta novamente, desta vez manhã adentro. Mas sem um investimento real, não há muito o que fazer para tornar o programa mais atrativo.

André Santana

10 comentários:

  1. Haja vista que o sensacionalismo está presente em basicamente todas as emissoras comerciais, não é surpresa o SBT querer embarcar nessa onda. Uma pena realmente abrirem mão dos desenhos para exibir algo de tão baixo nível e com apresentadores tão lamentáveis.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, as manhãs da TV brasileira tiveram dias melhores... sinceramente, acho que o SBT deveria repensar toda a sua grade de programação da manhã pq nao tá legal. Poderiam tirar o primeiro impacto e dividir os horários entre o SBT notícias, uma revista eletrônica de 1h30min e o bom dia e Cia no restante da manhã (leia-se: até o meio dia).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vinícius! Infelizmente, não farão isso, já que Primeiro Impacto dá uma audiência que uma revista eletrônica não daria. Sobre o Bom Dia e Cia, não vejo problemas em ele ir até às 15h. Há um público infantil que estuda de manhã e que gosta de assistir o programa à tarde.

      Excluir
  3. O SBT deixou de ser a tv mais feliz do Brasil faz tempo ,uma pena !
    O canal do regride e copia o que a concorrência tem de pior
    Gosto do comunicador Silvio Santos ,mais como diretor de programação é péssimo e sempre quer enviar na marra algumas atrações como esse horrível jornal
    E lembrando que muitas emissoras locais entram com jornais as 11 no SBT ou seja só 1 hora de desenho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem lembrado, Caio! A programação infantil foi reduzida ao mínimo em muitas afiliadas do SBT. Uma pena!

      Excluir
  4. O jornalismo do SBT até que se esforça, mas não dá pra enfiar na goela Dudu Camargo e Marcão do Povão que não se bicam num telejornal com notícias requentadas.

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem? Eu sempre leio boatos que o SBT queria, na realidade, exibir uma revista eletrônica nesta faixa horária. Não sei se é verdade.... Abs, Fabio www.blogfabiotv.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fabio! Também já ouvi falar. Mas o SBT não quer nem ampliar a equipe do Primeiro Impacto, imagina investir numa revista, que é um produto caro! Fora que Silvio Santos ficaria dividido entre a emoção e a razão: uma revista custaria mais caro e, provavelmente, não daria a mesma audiência do Primeiro Impacto; no entanto, uma revista teria um potencial comercial maior, ao contrário do Primeiro Impacto, que não fatura. Que dúvida cruel, não? Abraço!

      Excluir