quarta-feira, 27 de novembro de 2019

Sem Gugu, Record terá que repensar linha de shows

É consenso entre o público que Gugu Liberato não vinha ocupando o espaço que merecia na TV. Há dois anos, o saudoso animador havia trocado o programa de variedades que levava seu nome pelo comando de reality shows. Entretanto, por mais que Power Couple Brasil e Canta Comigo não sejam exatamente o Programa do Gugu, é fato que eles ocupavam importantes espaços no horário nobre da Record. E, sem Gugu, que nos deixou na semana passada, o cenário muda.

Antes do falecimento de Gugu, as informações sobre a grade de 2020 da Record estavam desencontradas. Inicialmente, falou-se que os programas de Gugu seriam renovados e teriam novas temporadas. Mas, pouco antes da tragédia que vitimou o apresentador, vinha ganhando força a informação de que o canal buscava novos formatos para Gugu apresentar. 

Sendo assim, poderia ser esse o momento para que a Record repensasse a linha de shows. Afinal, o Power Couple Brasil teve uma temporada bem menos empolgante em 2019. Além disso, a emissora já exibe A Fazenda, e os dois realities, apesar das diferenças, exploram demais a questão do confinamento e suas dificuldades. Ou seja, por mais que sejam distintos, eles têm semelhanças que davam a sensação de “mais do mesmo”. Por isso, seria mais interessante para a Record ficar apenas com um deles.

Já o Canta Comigo é uma competição musical interessante e muito bem-feita. Mas acontece com o programa o mesmo que com o Power Couple: a repetição de formatos na grade. A Record lançou neste ano o The Four, com Xuxa Meneghel, que também aposta numa competição musical. O The Four já está com a nova temporada garantida. Assim, ele poderia ser a única competição musical da programação da emissora. Seria melhor no sentido de diminuir a sensação de repetição.

Nesta noite, 27, a Record exibe a semifinal do Canta Comigo, como uma forma de homenagear Gugu. Na quarta que vem, 04, irá ao ar a final. O apresentador deixou gravado os episódios finais da atração. Será a despedida de Gugu. Resta saber, então, como a Record montará sua grade do ano que vem, já sem este importante nome em seus quadros. 

André Santana

6 comentários:

  1. Bem dito, André! A sensação de repetição é uma constante na linha de shows da Record. Nota-se que a emissora não reveza os realities (termina um e começa outro) mas, às vezes, até acumula dois ou três formatos ao mesmo tempo. Penso que A Fazenda deveria ser o único reality em exibição, mas a Record tbm põe no ar o Canta Comigo, esse excesso de formatos é ruim pra emissora. Parece erro de estratégia. O mesmo ocorreu quando a Record exibiu o Power Couple e o Dancing Brasil simultaneamente.
    A sugestão pra Record seria fixar as quartas como dia de realities e, assim, deixar sua linha de shows mais organizada e menos repetitiva.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mister Ed, a simultaneidade de Canta Comigo e A Fazenda nem chega a me incomodar tanto, já que um é um talent show e o outro um reality de confinamento. O pior é mesmo ter revezamento de formatos similares. É só confinamento, comida e música. O único que destoa, quem diria, é o Dancing Brasil. Mas entendo o seu ponto de vista, e acho que seria melhor mesmo se fosse apenas um programa por vez, como você disse. Mas deu hoje no Notícias da TV que a Record pensa em Marcos Mion pra assumir o Power Couple. Ou seja, o programa continua.

      Excluir
    2. Acabei de ler essa notícia. Eu acho que o Mion pode ser o acerto das tardes de sábado da Record, mas parece que o povo lá só tem olhos para os 7474838 formatos do horário nobre.

      Excluir
  2. Fica aqui registrado meu carinho a esse comunicador que dez parte da minha influência nas tardes de domingo..Tenho certeza que está ao lado de Deus..Nossa TV perdeu um ícone

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Registre-se o nosso carinho, Caio! Gugu fez parte da minha infância, e é uma grande perda para a TV brasileira.

      Excluir
  3. O canta comigo é um formato forte acredito que entregar uma versão com crianças nas mãos da Xuxa antecedendo o Domingo Show seria uma estratégia bacana além de abrir uma nova linha de programas aos domingos

    ResponderExcluir