terça-feira, 24 de julho de 2018

História da TV: relembre a "dança das cadeiras" dos programas femininos – parte final

"Lembra quando todo
mundo copiou a gente?"

Anteriormente, no TELE-VISÃO: quando a RedeTV lança Sonia Abrão como apresentadora do A Casa É Sua, dá-se início a uma série de programas femininos com foco em jornalismo e fofocas. Sonia, então, deixa a emissora e assina com o SBT, onde apresenta o Falando Francamente, e, depois, com a Record, onde comanda o Sonia e Você. Já Leonor Correa, Clodovil Hernandes, Ronaldo Ésper e cia comandam diferentes fases do A Casa É Sua. Enquanto isso, Astrid Fontenelle, Leão Lobo e Aparecida Liberato comandam o Melhor da Tarde, que depois passa às mãos de Leonor Correa, enquanto Olga Bongiovanni e Viviane Romanelli apresentam diferentes fases do matinal Dia Dia. Olga também passa pelo Bom Dia Mulher, da RedeTV, enquanto Ione Borges volta aos femininos com o Pra Você, na Gazeta. Claudete Troiano, por sua vez, deixa a Record e assina com a Band, onde comanda o vespertino Pra Valer, que substitui o Melhor da Tarde.

2005 é o ano de novas mudanças no universo dos matinais e femininos. Quando a Record cancela o Note e Anote e lança o Hoje Em Dia, com Britto Jr, Ana Hickmann e Edu Guedes, dá-se início à era das “revistas eletrônicas”. Os femininos mais tradicionais, então, perdem força, e Claudete Troiano sente isso na pele ao se lançar no Pra Valer, nas tardes da Band, que acaba durando pouco tempo. Os programas de fofoca também arrefecem, e Sonia Abrão se torna a única remanescente, ao deixar o Sonia e Você na Record, e voltar para a RedeTV lançando o A Tarde É Sua, em 2006. O novo programa de Sonia substitui o A Casa É Sua, que em seus últimos meses foi comandado por Marisa Carnicelli (quem?).

Com o êxito do Hoje Em Dia, os canais começam a apostar em programas que mesclem jornalismo e entretenimento. A própria Record tenta à tarde com o Programa da Tarde, com Maria Cândida, que substituiu o Sonia e Você em 2006 (e fica no ar até 2009). Em 2007 é a vez da Band, que dispensa Claudete Troiano e aposta no Atualíssima, que foi comandado por Ticiane Vilas Boas, Patrícia Maldonado e Rosana Hermann em diferentes fases, todas ao lado de Leão Lobo. Já Claudete migra para o SBT em 2008, quando Silvio Santos lança sua própria versão do Hoje Em Dia, o Olha Você, com Alexandre Bacci, Francesco Tarallo e Ellen Jabour. A aposta, no entanto, revela-se um fiasco, e a revista vespertina dura pouco.

Em 2009, mais mudanças: Atualíssima chega ao fim, ao mesmo tempo em que a Band lança uma nova revista eletrônica, resgatando o título Dia Dia, com Patrícia Maldonado, Lorena Calábria e Daniel Bork. O programa não emplaca e, no final do mesmo ano, Silvia Poppovic substitui Patrícia e Lorena na apresentação. Também não dura muito, e logo o Dia Dia se tornou um programa de culinária com Daniel Bork. A RedeTV também entra no filão com o Manhã Maior, apresentado por Daniela Albuquerque, Keila Lima e Arthur Veríssimo. Olga Bongiovanni, então, migra para a TV Aparecida, apresentando um programa noturno com seu nome. Enquanto isso, na Gazeta, o Pra Você chega ao fim para dar espaço ao Manhã Gazeta, um programa dividido em duas partes: a primeira apresentada por Claudete Troiano, e a segunda, por Ione Borges. Em 2010, Ione se afasta da TV, e Olga Bongiovanni passa a dividir o Manhã Gazeta com Claudete Troiano. Enquanto isso, Silvia Poppovic deixa o Dia Dia e assume o Boa Tarde, nas tardes da Band. O programa também dura pouco.

Já em 2011, o Manhã Maior ganha uma nova apresentadora: sai Keila Lima, com uma despedida bem barulhenta, e entra Regina Volpato, fora da TV desde que deixou o Casos de Família, em 2009. O programa dura até 2012, quando é substituído pelo Se Liga Brasil, também com Regina, ao lado de Douglas Camargo e Heaven Delhaye. No mesmo ano, a Record retoma o Programa da Tarde, com Britto Jr e Ana Hickmann. Nesta época, o Hoje Em Dia já está nas mãos de Chris Flores, Celso Zucatelli e Edu Guedes. Enquanto isso, na Gazeta, o Manhã Gazeta sai do ar, e é substituído pelo Revista da Cidade, com Regiane Tápias. Olga Bongiovanni, então, volta para o Paraná, enquanto Claudete Troiano migra para a TV Aparecida, onde lança o Santa Receita em 2014. Já em 2015, o Programa da Tarde sai do ar, e o Hoje Em Dia ganha a apresentação de César Filho, Renata Alves, Ana Hickmann e Ticiane Pinheiro. Edu e Celso, então, migram para a RedeTV, onde lançam o Melhor pra Você.

E, finalmente, chegamos a 2018, ano em que Cátia Fonseca deixa o comando do Mulheres para apresentar a nova versão do Melhor da Tarde, na Band. Em seu lugar, entra Regina Volpato. Paralelamente, a RedeTV extingue o Melhor pra Você, substituindo-o pelo programa de culinária Edu Guedes e Você. E neste tempo todo, Ana Maria Braga, uma das primeiras personagens desta série, seguiu firme e forte à frente do Mais Você, na Globo. 

Será que chegamos ao fim? Relembre as duas primeiras partes desta série clicando AQUI e AQUI!

André Santana

6 comentários:

  1. Olá, André! Toda essa série mostra toda a consistência e competência de Ana Maria Braga. A apresentadora soube se reinventar e continua cativando seu público de anos a fio, além de conquistar novos nichos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruno! Que bom te ver por aqui! Sim, a Ana Maria é uma baita profissional! Contra todas as previsões, ela conseguiu se reinventar na Globo, propondo coisas novas, mas sem perder sua essência. Por isso sempre fui e ainda sou fã dela!

      Excluir
  2. Ficou muito boa essa série, meus parabéns! Valeu acompanhar todos os detalhes de tantas mudanças.

    ResponderExcluir
  3. Eae André. No final das contas, o Daniel Bork segue nas manhãs da Band cozinhando até hoje e no período vespertino da emissora, já teve de tudo, mas espero que a Cátia fique por lá mesmo achando que o programa dela parece limitado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é! Mas o Daniel Bork só ficou porque é "imexível", embora tenha apresentado vários programas (que, na prática, eram os mesmos): Receita Minuto, Bem Família, Dia Dia, Cozinha do Bork...

      Excluir