Ticker

6/recent/ticker-posts

Personagens maduras e reverência ao folhetim foram trunfos de "Além da Ilusão"

Violeta (Malu Galli) e Heloísa (Paloma Duarte) em Além da Ilusão
Violeta (Malu Galli) e Heloísa (Paloma Duarte) em Além da Ilusão (reprodução/TV Globo)

A estreia de Alessandra Poggi como titular solo de uma novela foi aprovada. Além da Ilusão sai de cena deixando no ar a sensação de missão cumprida. A trama se revelou um folhetim clássico, que reverenciava os principais elementos do formato com inteligência. Seu enredo, muito bem armado e cheio de cartas na manga, manteve a temperatura da novela sempre em alta.

Além da Ilusão surpreendeu ao trazer protagonistas que não eram bobocas. Davi (Rafael Vitti) era um mocinho esperto, que estava sempre um passo à frente do vilão, Joaquim (Danilo Mesquita). O mágico passou boa parte dos capítulos enrolando o rival, às vezes utilizando meios não muito comuns para um herói de novela. Davi usava armas meio controversas para driblar as armadilhas do inimigo.

Enquanto isso, Isadora (Larissa Manoela), o grande amor do mágico, era uma mocinha carismática. Sobretudo no início da trama, Dorinha encantava ao não ser excessivamente romântica, e nem boazinha demais. Infelizmente, algumas características da jovem foram se perdendo ao longo da novela, que mudou de personalidade algumas vezes para fazer a história andar. Mas nada que comprometesse.

O que comprometeu este triângulo amoroso, na verdade, foi que ele passou a se repetir num determinado momento da história. A queda-de-braço envolvendo Davi e Joaquim foi ficando mais previsível e desinteressante no decorrer dos capítulos de Além da Ilusão.

Ainda assim, a novela se manteve de pé, sobretudo pela presença das “protagonistas morais” do enredo. Foi a bela relação das irmãs Violeta (Malu Galli) e Heloísa (Paloma Duarte) a história mais forte, envolvente e bem construída do folhetim. As duas personagens se mostraram mulheres fortes, tridimensionais, com dramas intensos e reviravoltas empolgantes. Malu Galli e Paloma Duarte fizeram uma parceria formidável e ofereceram os melhores momentos de Além da Ilusão.

A trajetória de Violeta foi empolgante. A dona da Tecelagem Tropical se mostrou uma mulher forte e corajosa ao assumir as rédeas de sua família após as mortes do pai Afonso (Lima Duarte) e da filha Elisa (Larissa Manoela), além do enlouquecimento do marido Matias (Antonio Calloni). Sua luta pela família e seu romance com Eugênio (Marcello Novaes) conquistaram o público de Além da Ilusão.

Igualmente forte foi a história de Heloísa, cheia de contornos dramáticos. A jovem guardava o segredo de ter sido seduzida pelo cunhado e engravidado dele no passado, além de ter se fechado em amargura após ter sua filha tirada de seus braços. No decorrer da novela, Heloísa conseguiu se livrar da tristeza ao reencontrar Olivia (Débora Ozório) e se apaixonar por Leônidas (Eriberto Leão).

Em meio a tantos dramas, Violeta e Heloísa se apoiavam. As irmãs tiveram suas diferenças, mas sempre se uniam em nome da família. A bela relação entre elas quase chegou ao fim de vez quando o segredo do passado envolvendo Heloísa e Matias veio à tona. Ainda assim, as irmãs compreenderam que era o ex-juiz o grande responsável pelas desgraças que passaram, e novamente se uniram. Foi uma bela história!

Além da Ilusão também contou com coadjuvantes cativantes, que ajudaram a sustentar a novela, como Arminda (Caroline Dallarosa), Mariana (Carol Romano), Margô (Marisa Orth), Julinha (Alexandra Richter), Santa (Arlete Salles) e tantos outros. Úrsula (Bárbara Paz) também foi uma ótima vilã. E a trama acertou em cheio ao ter sempre personagens-chave, que surgiam para alterar os rumos da novela, como Iolanda (Duda Brack), ou Dirce (Regiane Alves), ou o próprio Rafael Antunes (Fabrício Belsoff), em quem a iminência do retorno criou grandes expectativas.

Assim, Além da Ilusão termina sua trajetória no horário das seis da Globo com missão cumprida. Valeu!

André Santana

20/08/2022

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Olá, tudo bem? Confesso que Além da Ilusão não me envolveu tanto assim... Preferi a antecessora Nos Tempos do Imperador... Mas cumpriu sua missão com índices melhores de audiência. Abs, Fabio www.blogfabiotv.blogspot.com.br

    ResponderExcluir