Ticker

6/recent/ticker-posts

Publicidade

Band quer reeditar "Sai de Baixo". Será que rola?

Foto: reprodução Instagram

Depois de contratar Fausto Silva, a Band sonha com mais ex-globais em sua programação de 2022. Segundo Flavio Ricco, colunista do R7, a emissora está negociando as contratações de Miguel Falabella, Marisa Orth e Tom Cavalcante para a produção de uma sitcom. O jornalista informou que o canal está “quase batendo o martelo”, ou seja, as negociações estão avançadas.

A ideia seria fazer algo aos moldes do Sai de Baixo, clássico programa de humor da Globo estrelado pelo trio, ao lado de Luis Gustavo, Aracy Balabanian e Claudia Jimenez (e, mais tarde, passariam por ali Márcia Cabrita, Ary Fontoura, Claudia Rodrigues e Luiz Carlos Tourinho). Assim como o Sai de Baixo, o novo programa também deve ser gravado num teatro, com a presença de um grande público.

O Sai de Baixo foi um dos grandes sucessos da Globo na década de 1990. A comédia foi lançada para tentar conter o avanço de Silvio Santos, que fazia um estrago nas noites de domingo com seu Topa Tudo por Dinheiro. Deu certo, e o Sai de Baixo se tornou uma verdadeira febre, sobretudo em seus primeiros anos. O programa foi criado por Daniel Filho e Luis Gustavo, que queriam reeditar a fórmula de A Família Trapo, sucesso da Record na década de 1960.

Vale lembrar que a Band já teve um programa semelhante. Ronald Golias, estrela de A Família Trapo, reeditou seu personagem mais famoso, o malandro Carlo Bronco Dinossauro, na sitcom Bronco. O programa também tinha um humor popular, era gravado num teatro e contava com estrelas em seu elenco, como Renata Fronzi, Nair Bello, Anselmo Vasconcelos e Laerte Morrone. Sandra Annenberg, antes de se tornar jornalista, participou do programa como atriz, na primeira temporada. Bronco foi exibido entre 1987 e 1990, e chegou a ser reprisado em 1996, 2007 e 2009.

Sem dúvidas, as presenças de Miguel Falabella, Marisa Orth e Tom Cavalcante seriam um reforço e tanto à Band. Desde que eles não caiam na armadilha de tentarem repetir seus Caco, Magda e Ribamar. São outros tempos, os atores estão em outra vibe e será preciso buscar algo diferente. Mas, sem dúvidas, é interessante notar o compromisso que a Band vem demonstrando ao buscar novidades para a grade. A chegada de Faustão pode ser o início de um momento auspiciosos. Que bom!

André Santana

27/05/2021

Postar um comentário

2 Comentários

  1. O Sai de Baixo já estava desgastado em 2002...Tentar fazer a mesma fórmula agora não teria sentido algum. Se forem fazer outro programa, com outra história, sem problemas, mas tentar repetir, a meu ver, é receita para um fiasco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alexandre, eu acredito que será algo novo. Quando digo "reeditar Sai de Baixo", me refiro ao fato de eles repetirem formato e elenco. Mas a trama em si deve ser algo novo, imagino. Pelo menos é um bom e talentoso elenco. Quem sabe não sai algo bacana? Vamos torcer.

      Excluir