quinta-feira, 2 de maio de 2019

Isolada na manhã da RedeTV, Olga Bongiovanni não faz milagres

"O nosso encontro é depois
das pegadinhas armadas!"

A volta de Olga Bongiovanni a um canal de rede nacional foi comemorada pelos espectadores. Afinal, é sempre bom quando um grande profissional conquista um espaço maior. E Olga é uma destas grandes profissionais: ótima de vídeo, carismática, inteligente e com um vasto repertório, além de muita experiência acumulada. De tantos matinais que a RedeTV já lançou e relançou nos últimos anos, Olga, sem dúvidas, foi a melhor das novidades.

Mas a audiência ainda não anda lá essas coisas. Assim como Padre Alessandro Campos. Assim como Fala Zuca. Assim como Melhor pra Você. Ou Se Liga Brasil, Morning Show, Manhã Maior... O que não faltou, nos últimos anos, foram tentativas da RedeTV de alavancar sua grade matinal. Mas nada decolou. E Olga, mesmo com suas qualidades, ainda não disse a que veio.

Pode-se criticar a péssima divulgação da RedeTV, como fez o site Notícias da TV. Em análise recente, o site de Daniel Castro foi feliz ao expor a total falta de estratégia no lançamento do novo matinal. Além do pouco tempo de preparação, a emissora não se deu ao trabalho de promover sequer uma coletiva de imprensa. Algo que fosse capaz de celebrar a volta de uma apresentadora que já tinha história na emissora. Faz sentido.

Entretanto, creio que o problema é ainda maior. Falta à RedeTV um planejamento melhor da própria grade de programação. Atualmente, as manhãs da emissora começam às 9h30, um horário no qual os demais canais já estão a toda. Para piorar, o primeiro programa exibido é a faixa de pegadinhas Te Peguei!. Produto que em nada dialoga com Olga, que é, essencialmente, um programa com debates, entrevistas e informação. Depois de Olga, entra o Edu Guedes e Você, que até tem a ver. Mas depois, ao meio-dia, é a vez do Você na TV, completamente deslocado na hora do almoço.

Em entrevista recente ao site NaTelinha, o diretor de programação da Globo, Amauri Soares, ensinou: grade se monta com coerência, com estudos e análises do público potencial. E a grade matinal da RedeTV está longe de seguir tais lições. A emissora deveria considerar iniciar sua programação própria mais cedo, além de investir em jornalismo antes de Olga e depois de Edu Guedes. Assim, o programa da apresentadora não seria uma “ilha”, como acontece hoje, e teria mais condições de dar um resultado minimamente melhor.

“Ah, mas a Sonia Abrão, ensanduichada por duas igrejas, dá boa audiência”, pode apontar alguém. De fato. Mas Sonia, neste contexto, pode ser considerada um fenômeno. A Tarde É Sua faz, sim, milagres, ao pegar do nada, elevar a audiência e entregar para o nada. Mas isso é exceção, não regra. E imagina o que Sonia poderia fazer se a grade da emissora a favorecesse? A RedeTV tem um problema grave de grade, e não é de hoje. Mas o canal parece não se importar com isso.

André Santana

12 comentários:

  1. Infelizmente parece ser uma batalha perdida essa de querer cobrar coerência da grade da Rede TV! Se em 20 anos não aprenderam isso...Basta ver as entrevista e a postura de um dos donos. Desse mato não sai coelho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Alexandre! A RedeTV tem um comando equivocado. Por isso mesmo, não irão muito longe.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Além da falta de divulgação e da grade da emissora, o tempo é curto (vide a chuva de merchans) e falta conteúdo. A atração por si só não tem nenhum diferencial é uma versão ruim do mais do mesmo então fica difícil apesar da Olga ser de fato muito boa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu concordo, Filippe! O conteúdo do programa ainda não está OK. Porém, mesmo assim, ainda acho que a audiência poderia estar melhor.

      Excluir
  4. Estou enganado ou a única grade que fazia sentido na RedeTV foi justamente a da sua estreia que, ironicamente, não durou um ano no ar?

    Concordo com o Alexandre, a postura de um dos sócios não faz jus a um executivo de TV. De quantas Sônia Abrão eles precisarão para salvar a emissora?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Mister Ed, a grade mais coerente da RedeTV foi a de sua estreia. Mas durou duas semanas...

      Excluir
  5. O horário matinal da RedeTV! é o mais problemático nos últimos anos, mas tal crise não é de agora, e eu sou testemunha dessa sucessão embolada de atrações. Nos primórdios da emissora, o extinto A Casa é Sua, então apresentado por Valéria Monteiro, foi transferido para as tardes e virou um infame programa de fofocas, enquanto as manhãs padeceram com sequências aleatórias de infomerciais e teleigrejas, bem como os também extintos Interligado e Galera da TV que também ocupavam a faixa matinal da RedeTV! foram limados do horário sem mais nem menos. E foi aí que a fama de emissora de traço (na audiência) começou... até que em 2002, ao juntar a atriz Solange Couto (né brinquedo não!) - em evidência por causa da novela O Clone - com o veterano Ney Gonçalves Dias e a personal trainer Solange Frazão, a emissora viu uma oportunidade de arrebanhar público nesse horário com um matinal feminino. Nascia ali o Bom Dia Mulher, que foi bem sucedido e teve vida longa, apesar de não dar lá uma senhora audiência. Aliás, a passagem da Olga pela RedeTV! não é novidade, pois seu primeiro e único trabalho na emissora foi justamente no Bom Dia Mulher. E naquela época ela dava uma audiência razoável para os padrões do canal. Mesmo assim, a RedeTV! achou que poderia melhorar o horário matinal com um programa mais dinâmico, diga-se de passagem, e eis que o barco começou a desandar. Começou com o Manhã Maior, passando pelo Se Liga Brasil (que tinha Regina Volpato no trio de apresentadores, outra oportunidade desperdiçada pela RedeTV!) até chegar a esse quiproquó recente. Bem pontuado quando vc falou do jornalismo no horário da manhã. A RedeTV! fez outra burrice ao tirar do ar o BrasilTV! , um dos primeiros jornalísticos da história da emissora, o RTV! (posteriormente TV Esporte Notícias) e o TV Esporte, bebendo na mesma fonte do SBT que rejeita jornalismo. Enfim, a RedeTV! não tem planejamento algum em matéria de grade e falta alguém competente para administrar tudo isso. E o primeiro passo para tal é limar do ar essas teleigrejas e merchans aleatórios que ocupam quase totalidade da grade, no mesmo rumo da moribunda CNT. Depois, contratar profissionais competentes e investir mais em programação própria. É só ter vontade que os resultados surtem a longo prazo. E olha que estamos no ano em que a RedeTV! vai celebrar seu vigésimo aniversário (!!!); logo, é a ocasião para reinventar o que aí está. E claro, largar de vez o perfil de "canal da baixaria". Mas uma coisa eu digo, caro blogueiro: quem nasceu pra ser RedeTV! nunca será Manchete. Tenho dito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em pensar que era um canal planejado pra ser um canal de TV a cabo na TV aberta com sessões de filmes interativas como tb escolha ,séries clássicas como jeanie e um gênio e feiticeira ...pena que se rendeu ao popularesco ruim

      Excluir
    2. Sim, João, o Bom Dia Mulher foi bem-sucedido. Mas não resistiu à saída de Olga e, de lá pra cá, a emissora não emplacou mais nenhum matinal. Miguel, também lamento ver no que se transformou a RedeTV. A primeira grade era excelente!

      Excluir
  6. Tentei assistir, mas pra cada pauta há 4042 merchans no meio... Complicado!!!

    ResponderExcluir