sábado, 9 de janeiro de 2021

Band repete velhos erros com contratação e dispensa de Mariana Godoy

 

Ao trocar a RedeTV pela Band, em 2020, a apresentadora e jornalista Mariana Godoy deixava claro que não tinha mais interesse no jornalismo diário. Ela não chegou a declarar isso com todas as letras, mas é fácil perceber que sua trajetória no canal de Amílcare Dallevo chegou ao fim porque seu Mariana Godoy Entrevista estava suspenso, e ela vinha dando expediente no RedeTV News. Mariana ficou muitos anos em bancadas da Globo e buscava um espaço só seu.

Espaço, aliás, que conquistou com louvor em sua passagem pela RedeTV. Mariana Godoy Entrevista era o único programa de bom gosto da emissora, que só vem ladeira abaixo nos últimos anos. Mas as noites de sexta do canal eram nobres, com a simpatia de Mariana entrevistando celebridades de todas as áreas. Ali, ela arrancava boas declarações de seus convidados, com um jeito muito próprio de entrevistar.

Mas Mariana Godoy Entrevista foi suspenso, e a justificativa era a pandemia. Estranho, se considerarmos que o talk show foi o único programa da linha de shows do canal a sair do ar neste contexto. Mesmo assim, preferiram colocar Mariana à frente do RedeTV News, que se revelou uma estratégia para manter um nome forte à frente do noticioso, já que o titular Boris Casoy vinha trabalhando de casa por pertencer ao grupo de risco (e ele foi dispensado depois).

Enquanto isso, a Band acenou com Mariana a possibilidade de a jornalista assumir suas manhãs, que passaria por uma nova reformulação depois do malfadado Aqui na Band. A profissional, claro, aceitou a empreitada, já que ela vinha ao encontro de seus almejos profissionais na TV. No entanto, sua passagem pelo canal acabou se tornando um tanto conturbada, revelando que a emissora insiste em cometer os mesmos erros de sempre.

Afinal, depois de formatação e gravação de pilotos do novo programa, que chegou até a ser anunciado numa live com Mariana e Zeca Camargo, a emissora simplesmente desistiu da ideia. Preferiu fazer uma aposta mais segura e lançou o The Chef, com Edu Guedes já chegando “pronto, embalado e vendido”. Ou seja, se contrataram Mariana ao mesmo tempo em que negociavam com Edu, já aconteceu uma falha de comunicação aí.

Ficou claro, aos olhos de todos, que a Band segue “chutando” uma grade, atirando para todos os lados para ver o que dá. Ao longo de sua grande trajetória, a emissora colecionou histórias como esta. Basta lembrar do que aconteceu com Luiz Bacci, contratado a peso de ouro, que não durou nem um ano no canal e ainda deixou a emissora com um prejuízo enorme, ao ponto de sucatear sua grade vespertina, locando-a para games caça-níquel.

Ao perceber a precipitação, a Band acabou por correr e lançar um talk show com Mariana para as noites de segunda-feira. A correria a toque de caixa refletiu na atração, que parecia uma versão mal desenhada do talk show da RedeTV. Com isso, desgastaram desnecessariamente a imagem de Mariana Godoy.

O resultado não poderia ser outro: o programa já saiu do ar. E, nesta semana, Mariana Godoy e Band anunciaram a rescisão do contrato. Segundo o UOL, a emissora a queria de volta ao jornalismo, mas Mariana não tinha interesse. Mas colunistas afirmaram que Mariana já está conversando com “outras empresas”, e uma delas seria a CNN Brasil. Já que, parece, ela não quer voltar ao hard news, de repente ela poderia emplacar seu talk show semanal no canal de notícias. Seria interessante e agregaria à grade da CNN. Vamos ver.

Mas o que fica evidente, nesta história toda, foi o amadorismo com que a Band levou toda esta situação. Uma emissora com tantos anos já devia estar minimamente preparada para evitar transtornos como este. Justiça seja feita, o canal melhorou nos últimos anos, com apostas mais seguras e de retorno comercial. Mas o “caso Mariana” mostrou que o amadorismo ainda existe, e que o canal segue repetindo velhos erros. Até quando?

André Santana

4 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Mariana Godoy já declarou em alto e bom som que não deseja "retornar" ao jornalismo. Uma pena. Alguns afirmam que é para garantir mais "verbas" publicitárias. "Merchans"... Mariana é uma ótima jornalista. Sempre ressaltei que o Mariana Godoy Entrevista era ótimo. Mais talk e menos show. O nosso telejornalismo precisa de nomes fortes. Abs, Fabio www.blogfabiotv.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Em um ano a Mariana Godoy passou por duas emissoras e a forma que foi dispensada de ambas só mostra como a Band e a Rede TV tem diretorias amadoras. Tomara que ela reencontre seu caminho em outro canal.

    ResponderExcluir
  3. Geralmente quem sai da Globo não se da bem em outros canais. ..exceto Márcio Garcia e Rodrigo Faro ...a linha dela combina com a Globo News

    ResponderExcluir
  4. A Bandeirantes sempre foi um canal de bairro, ou no máximo do estado de SP, e tenta se vender como nacional (e olha que sou paulista rs). Além disso, tem algumas decisões que beiram o amadorismo. Parece que claramente gostariam de contar com o programa do Edu Guedes por razões comerciais e viram que não daria para colocar tudo no horário da manhã. Depois, a meu ver, houve algum ruído entre o que prometeram para a Mariana e com o que queriam fazer.

    O programa dela na RedeTV! era interessante; caso quisessem repeti-lo, poderiam ter dado mais tempo para que ele pudesse se desenvolver no canal, talvez em outro dia de exibição, por exemplo.

    ResponderExcluir