sábado, 9 de maio de 2020

Silvio Santos lança "Triturando", que poderia se chamar "Torturando"


Silvio Santos, em quarentena, segue praticando de sua casa o seu esporte preferido: lançar mudanças estapafúrdias na programação do SBT. Do nada, tratou de mudar o nome do programa Fofocalizando (de novo), que agora se chama Triturando. A “estreia” aconteceu nesta sexta-feira, 08, o que deixou a coisa ainda mais bizarra. E como “novidade” pouca é bobagem, a atração ainda dobrou seu tempo no ar, ocupando o horário do Casos de Família. O que vai acontecer com o programa de Christina Rocha? Vai-se saber!

O curioso desta história toda é como e por que a mudança aconteceu. Segundo o site Notícias da TV e informações de Ricardo Feltrin, do UOL, Silvio Santos vinha acompanhando o Fofocalizando há tempos, e propondo mudanças quase diárias na atração. Foi ele, por exemplo, quem inventou que o quadro Tritura ou Não Tritura deveria analisar músicas antigas, fazendo com que o vespertino se tornasse uma espécie de rádio dos anos 1960. Nada contra as canções clássicas (pelo contrário), mas deixar músicas tocando no ar com uma foto do artista por mais de um minuto num programa vespertino é pedir para o público trocar de canal.

E por que Silvio Santos vinha dispensando tanta atenção ao Tritura ou Não Tritura? Porque, segundo estas mesmas fontes, o dono do SBT se diverte muito com o Fofobyte, o robozinho que a apresentadora Chris Flores usa para “triturar” as fotos de artistas no quadro. E, justamente por proporcionar momentos tão descontraídos ao dono, que não pode sair de casa, veio a ideia de fazer o quadro se tornar o programa. Por isso, Fofocalizando virou Triturando, já que os apresentadores agora passam a tarde dando opiniões sobre fatos do dia e “triturando” aquilo que não concordam.

Na prática, não mudou nada. Fofocalizando já não era um programa de fofocas há um bom tempo. Depois da saída de Leo Dias e da passagem relâmpago de Fábia Oliveira, o programa ficou sem notícias exclusivas sobre celebridades. Assim, Chris Flores, Mara Maravilha, Gabriel Cartolano e Lívia Andrade passavam a tarde comentando sobre notícias já dadas nos demais programas, sites e jornais especializados. Ou seja, ao trocar o titulo Fofocalizando para Triturando, o SBT assume que o programa não tem conteúdo exclusivo, e sim usa de conteúdo de terceiros para tecer opiniões e “triturar” notícias controversas.

Nesta “estreia”, chamou a atenção o fato de os apresentadores estarem bem à vontade para expressarem suas opiniões. Chris Flores roubou a cena ao fazer uma crítica bastante contundente (e sem perder a elegância de sempre, diga-se) à Regina Duarte, por conta de sua desastrosa entrevista à CNN Brasil. “Eu quero te agradecer por esta entrevista. Porque finalmente eu conheci quem é Regina Duarte”, disparou. Numa emissora assumidamente pró-governo, uma opinião como esta causa surpresa. A fala de Chris vem repercutindo bastante.

Porém, no geral, Triturando é um programa sonolento. Deixar seus apresentadores mais de duas horas no ar jogando conversa fora, e “julgando” notícias requentadas e músicas antigas, parece um tiro no pé do SBT. Do jeito que está, o programa não tem fôlego e nem conteúdo para ficar no ar por tanto tempo. É praticamente uma tortura. Triturando mais parece Torturando.

Ao que tudo indica, Fofocando/Fofocalizando/Triturando está a um passo do cadafalso. Quando mudanças sem sentido começam a se tornar constantes, é sinal de que Silvio Santos está “fritando” (olha aí outro nome bom para a atração) o programa que criou. Até chama a atenção a quantidade de chances que o dono do SBT tem dado ao vespertino, que já passou por inúmeras modificações desde 2016, quando estreou chamado de Fofocando. São quatro anos aos trancos e barrancos. Quanto tempo mais o vespertino resistirá?

André Santana

17 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Comentarei hoje no meu blog sobre o Triturando. Abs, Fabio www.blogfabiotv.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. O Fofocando se tornou um programa mutante, comoçou como Fofocando, depois virou Fofocalizando e agora virou Triturando. Esse programa de fofoca só sobreviveu porque se fosse em outra emissora seria rapidamente limado, aliás acho que o Se Joga (Globo) subiu no telhado pois o Jornal Hoje longo conseguiu derrotar o calcanhar de aquiles que é o quadro da Fabíola Reipert A Hora da Venenosa em SP (no DF a venenosa é a Sabrinna Albert) e quando essa pandemia passar o programa da Fernanda Gentil não voltará mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos estão de olho nas fofocas do governo e notícias sobre o corona vírus mas também não deve ter muita fofoca interessante com artistas enclausurado....se eu fosse a globo criava um mini fantástico para o horário seria mais interessante ou duas novelas repetidas

      Excluir
    2. Eu acho que o Se Joga não volta...

      Excluir
  3. O programa já era deprimente e conseguiu piorar. Já anunciaram nova troca. Casos de Família as 15h15, e o famigerado programa de fofoca as 16h15. A insistência no formato só né parece ter um motivo apelo comercial. Estranho anunciantes ainda se interessaram por uma atração tão ruim.

    ResponderExcluir
  4. Com certeza essa joça vai rodar logo, mas a burrice do Silvio é tamanha, que ele bate na mesma tecla porque no seu governo qualquer programa fracassado é sinônimo de sucesso, ou seja, os programas que o SS põe no ar são só para massagear seu ego, e o público que se dane... :-( Foi assim com o Sete e Meio, o Programa Cor de Rosa, e o recentíssimo Alarma TV que foi o cúmulo do baixo nível. Com todo o respeito, mas quando o dono do SBT partir, das duas uma: ou a grade melhora, ou como vc disse, o SBT estará a um passo do cadafalso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Cor de Rosa durou tão menos... Me espanta este empenho do Silvio em enfiar esse programa goela abaixo. Quatro anos tentando, haja insistência!

      Excluir
  5. Acho uma pena ver a Chris Flores em um programa horroroso como esse. Ela não merece. Podiam ressuscitar o Programa Livre e deixá-la no comando, Chris é muito articulada e, sem dúvidas, se sairia muito bem num programa com plateia, música e entrevistas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa Mister Ed embora nesse momento não seja possível em razão do Covid19 a Chris seria um ótimo nome para relançar o Programa Livre.

      Excluir
    2. Sim, Filippe, a ideia do Programa Livre seria pós pandemia mesmo, sem chance lançar qualquer coisa na TV agora, ainda mais com plateia né? Rsrs. Tomara que a Chris consiga o espaço que merece.

      Excluir
    3. Eu amo Chris Flores e amo Programa Livre! Adoraria uma novidade assim!

      Excluir
  6. É incrível como tio Sílvio tira da cartola as ideias mais bizarras. Fico imaginando ele assistindo o SBT de tarde e se sentindo nos anos 1990...
    Lucas - www.cascudeando.com

    ResponderExcluir
  7. O sonho do silvio Santos seria ter a programação do Sbt assim nas tardes
    15 00 Rosa dos milagres
    16 00 Alarma tv ( programa importado sensacionalista )
    17 00 primeiro impacto 2 edição c Dudu Camargo
    Kkkk

    ResponderExcluir