sábado, 4 de janeiro de 2020

Top 10 de 2019: destaques positivos


2019 não foi um ano de grandes destaques na TV brasileira. A crise econômica obrigou os canais a investirem menos, e o que se viu foi um festival de “mais do mesmo”. Assim, a lista de destaques do ano acabou trazendo muitas atrações que não são bem deste ano, mas que tiveram um ano feliz. Lembrando que a lista foi elaborada baseada unicamente na opinião deste que vos escreve e, portanto, está sujeita a injustiças e esquecimentos. A ordem em que aparecem não é importante. Acompanhem:

- “Bom Sucesso”

A melhor novela de 2019. A trama de Paulo Halm e Rosane Svartmann foi muito feliz ao contar uma história simpática sobre o valor da vida. Protagonizada por dois personagens adoráveis e imperfeitos, Paloma (Grazi Massafera, em seu melhor momento) e Alberto (Antonio Fagundes em estado de graça), Bom Sucesso chama a atenção pelos personagens bem construídos, boas sacadas, diálogos inteligentes e, de quebra, a abordagem acessível e nem um pouco pedante do mundo da literatura. Mesmo com os excessos da reta final, Bom Sucesso termina em alta.

- “Segunda Chamada”
 
Segunda Chamada foi a grande surpresa no universo das séries nacionais na TV aberta. O drama da professora Lucia (Débora Bloch) e seus alunos do ensino para adultos da Escola Maria Carolina de Jesus traça um importante painel sobre as condições paupérrimas do ensino público nacional. A trama toca em pontos fundamentais da questão, e os personagens trazem dramas envolventes. Uma grande produção.

- “Sob Pressão”

Sob Pressão conseguiu manter o alto nível em sua terceira temporada. A saga dos médicos Evandro (Julio Andrade) e Carolina (Marjorie Estiano) aumentou a carga dos dramas pessoais dos protagonistas, levando-os para novos lugares. Ao mesmo tempo, seguiu mostrando as dificuldades enfrentadas pelos profissionais e pacientes dependentes da saúde pública. Foi tão bem que o anunciado fim não aconteceu. A aclamação do público e da crítica levou Sob Pressão a emplacar uma quarta temporada. Felizmente.

- “Mais Você”

Em 2019, Mais Você completou 20 anos na programação da Globo. Uma marca respeitável para um programa que estreou cercado de incertezas. Entre erros e acertos, o matinal de Ana Maria Braga soube se reinventar sempre, mantendo o pique sem perder sua essência. Deste modo, tornou-se uma das atrações de variedades mais bem-sucedida da grade da Globo. E fez de Ana Maria Braga uma estrela indispensável da televisão brasileira.

- “Topíssima”

Topíssima esteve longe de repetir o sucesso de novelas como Chamas da Vida ou Vidas Opostas, produzidas nos áureos tempos das novelas da Record. Porém, mostrou que ainda existe vida fora da Bíblia dentro da dramaturgia da emissora. A autora Cristianne Fridmann, mais uma vez, mostrou habilidade na condução de um folhetim, além de ter criado um casal protagonista que funcionou muito bem. Sophia (Camila Rodrigues) e Antonio (Felipe Cunha) tinham a tal da “química”. E a boa receptividade empolgou a emissora a continuar investindo em novelas contemporâneas.

- “Programa da Maisa”

O fenômeno adolescente Maisa Silva finalmente conquistou um espaço para chamar de seu na programação do SBT. O Programa da Maisa estreou chamando a atenção ao colocá-la como uma jovem apresentadora de talk show, recebendo convidados diversos para bate-papos divertidos. Ao longo do ano, o programa acabou cansando por não conseguir se desprender de uma fórmula pronta, mas nada que não possa ser corrigido na próxima temporada. O mérito de trazer alguma novidade nas cansadas tardes de sábado já coloca o Programa da Maisa como uma das principais atrações do ano.

- “Troca de Esposas”

Surpreendentemente, a Record reservou alguma novidade em sua linha de realities em 2019. Neste contexto, se destaca o Troca de Esposas, que resgatou um dos melhores formatos já apresentados pela emissora no passado, o saudoso Troca de Família. Apesar de o formato não ser exatamente o mesmo, a proposta é semelhante: duas mães trocam de família ao longo de uma semana. Observar as diferenças entre os cotidianos das famílias participantes e as dificuldades de adequação fazem do Troca de Esposas um programa irresistível.

- “Tá no Ar – A TV na TV”

Um dos melhores humorísticos da atualidade chegou ao fim em 2019. O Tá no Ar encerrou sua trajetória na sexta temporada mostrando cada vez mais afinidade e inventividade no formato que brinca com os mais diversos programas da TV. Críticas ácidas, besteirol e muito humor marcaram a trajetória da atração, que, sem dúvidas, foi responsável por levar o humor da Globo a um outro lugar. Pelo conjunto da obra, merece figurar entre os destaques.

- “Que História É Essa, Porchat?”

No final de 2018, Fabio Porchat surpreendeu ao não renovar seu contrato com a Record e encerrou o divertido Programa do Porchat. Porém, seus projetos de 2019 mostraram que ele fez uma boa escolha. Agora na TV paga, no GNT, ele conseguiu emplacar um novo talk show, bem diferente do anterior. Que História É Essa, Porchat? surpreendeu por trazer um formato simples, mas que funciona. É muito divertido ver Porchat e seus convidados trocando histórias num bate-papo descontraído. Além de seu mostrar mais relevante que seu programa anterior, Que História É Essa, Porchat? também agregou conteúdo ao GNT, mostrando que o canal do Grupo Globo pode ir além da culinária e da decoração. Grande acerto.

- Olga Bongiovanni e Silvia Poppovic

2019 marcou o retorno de duas excelentes profissionais da TV à telinha em rede nacional: Olga Bongiovanni e Silvia Poppovic. Esta última foi uma das principais figuras da TV brasileira entre as décadas de 1980 e 1990, no comando do talk show que levava seu nome e que fez história na TV, e que estava há anos sem espaço. Já a primeira sempre se destacou à frente de programas femininos que apostavam em conteúdo que iam além do óbvio. Infelizmente, as duas voltaram em produtos que estão aquém de suas capacidades. O programa Olga, da RedeTV, segue apostando em mais do mesmo, e ainda não disse a que veio. Já Aqui na Band é uma cópia fora de hora do Hoje Em Dia. Ambas mereciam mais, mas vê-las de volta à TV já é alguma coisa.

E para você, internauta? Quais foram os destaques positivos de 2019 na TV? Deixe sua opinião! Eu volto no próximo sábado, dia 11, com o início do TELE-VISÃO 2020! Não percam!

André Santana

5 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Não colocaria o programa da Olga entre os pontos positivos. Há um excesso de merchandising que tira o fôlego da atração. Abs, Fabio www.blogfabiotv.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coisa de todo os programas da rede tv

      Excluir
    2. Oi Fabio! Eu não coloquei o programa da Olga, e sim a volta da apresentadora Olga Bongiovanni. Até ressaltei no texto que ela está à frente de um programa aquém de suas capacidades. Torço pra que melhore em 2020. Feliz ano novo, Fabio!

      Abraços, Miguel, continue por aqui em 2020!

      Excluir
  2. Eu acrescentaria à lista a temporada 2019 do Bake Off Brasil, um dos melhores realities de culinária da TV, na minha opinião. E o Isso a Globo Não Mostra que, apesar de ser um quadro, é divertido e gerou bastante repercussão no ano que passou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mister Ed! Concordo com você! Eu também adoro o Bake Off. Não inclui este ano porque ele já apareceu na lista do ano passado, e neste ano não teve muita mudança. Mas eu gosto também! Bem lembrado quanto ao Isso a Globo Não Mostra, sem dúvidas um dos destaques de 2019. Herdeiro do Tá no Ar! Lembrei do "pai", mas faltou citar o "filho", bem observado. Abraço!

      Excluir