quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Record quer globais, diz colunista. Mas o que eles fariam lá?

"Será que tem vaga
no 'Hoje Em Dia'"?
Recentemente, o colunista Ricardo Feltrin, do UOL, noticiou que a direção da Record está de olho em alguns artistas que estariam insatisfeitos na Globo. Com a nova política do canal, que vem reduzindo salários e dispensando figuras pouco produtivas de seu elenco, seria um momento propício para a concorrência acenar com um polpudo contracheque. Porém, cabe a questão: o que estes artistas fariam na emissora de Edir Macedo, que mal dá conta de seus próprios contratados?

Segundo Fetrin, dois nomes que despertaram o interesse da Record são figuras do É de Casa: Patrícia Poeta e Zeca Camargo. E aos dois, o destino seria o mesmo, a apresentação do Domingo Espetacular. O dominical, que nasceu à imagem e semelhança do Fantástico, da Globo, repetiria então uma dupla que funcionou muito bem ali na sua "fonte de inspiração". O colunista apurou que a direção da Record chegou a sondar Poeta, mas desistiu quando descobriu que o contrato da apresentadora vai até 2021.

Mas o caso de Zeca Camargo ainda pode render desdobramentos. Seu contrato com a Globo vence no ano que vem, e rumores dão conta de que o apresentador não estaria satisfeito com a renegociação salarial, e nem com o espaço que ocupa atualmente na programação. Ou seja, não seria de todo impossível que Zeca partisse para novas experiências em 2020. 

Porém, o nome mais surpreendente (ou não) da lista enfileirada por Feltrin seria o de Angélica. O colunista afirmou que o atual acordo da loira com a Globo também deve vencer em 2020. E, com a indefinição de seu novo programa, a concorrência poderia aproveitar para tentar levá-la e oferecer um espaço almejado. Como se sabe, o piloto da nova atração da loira está estacionado, em razão da indefinição quanto ao futuro político de seu marido, Luciano Huck. Mas a própria Angélica já declarou que ela não se vê na TV caso a carreira política de Huck realmente emplaque. Ou seja, se mudasse de emissora, sua permanência no ar seria curta. 

É natural que emissoras fiquem de olho em valores sem espaço na concorrência. Mas a Record parece que não tem espaço nem mesmo para seus medalhões. Nomes como Gugu, Xuxa e Marcos Mion se tornaram mestres de cerimônias, dando as caras na programação por curtos períodos do ano. Até esses dias, Sabrina Sato também estava na geladeira, de onde só saiu porque abriu uma vaga aos domingos. Sendo assim, por que motivo a Record contrataria Angélica, por exemplo? Para lhe entregar mais um formato de gosto duvidoso? E, no caso de Zeca Camargo, valeria a pena se arriscar para assumir um genérico do Fantástico, sendo que ele já esteve à frente do original?

Sem dúvidas, a Globo tem mais artistas que espaço. E é evidente outras emissoras podem oferecer este espaço a eles. Mas é preciso planejamento. Se a Record tem interesse em novas contratações, é preciso, antes de mais nada, que haja um plano concreto para tal. Senão, não faz sentido. 

André Santana

8 comentários:

  1. De que adianta a Record emular sua programação com refugos da Globo, esses bispos tem de parar com essa mania de querr copiar a Globo que ficou provado que não adianta nada.

    ResponderExcluir
  2. O problema da Record não está em quem apresenta os programas e sim em quem os dirige

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom ponto, Mateus! Faltam cabeças pensantes, sobretudo na programação da Record.

      Excluir
  3. A Record sei la acho a Aioria dos programas que lançam fracos eo o jornalismo e bom ...so o Zeca poderis petarcum balanço geral da vida ...ha pensou ele apresentando o mundo cao

    ResponderExcluir
  4. Acredito que a Patricia Poeta esteja mais focada em acontecer como apresentadora de entretenimento do que voltar pra sua antiga função no jornalismo. Podiam aproveitar o Zeca Camargo num formato a la Estúdio I, da GloboNews, ou então resgatar o antigo Zapping, com devidos ajustes. Zeca tem uma bagagem cultural enorme e isso poderia contar pontos em sua atração. Sobre Angélica: acho dificílimo ela trocar de emissora enquanto o marido dela não se decidir se entra ou não na política.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bons pontos, Mister Ed! Também concordo com o que disse sobre Angélica. Ela só deve sair da Globo se a emissora a dispensar.

      Excluir