sexta-feira, 30 de agosto de 2019

Mostrando que ainda respira, Band amplia espaço de estrelas do "MasterChef"

Sempre um bom papo

No ano passado, a Band tentou sair do limbo com uma grade de programação popular. Não deu certo e praticamente todos os lançamentos da safra saíram do ar. Porém, para mostrar que ainda tem poder de fogo, a emissora promoveu nesta semana um evento para anunciar as novidades de 2019/2020. Com atraso, já que o canal costumava fazer isso nos primeiros meses do ano. Mas adiantados com relação a 2020.

As novidades que a Band anuncia para a próxima temporada são, basicamente, reality shows e jornalismo. Do primeiro, há algumas ideias interessantes, como Me Poupe, com Natália Arcury, um reality sobre economia; e Planeta Startup, um reality sobre... startups! Mas o que chama a atenção é o espaço que a emissora dará às estrelas do MasterChef . Todos os integrantes do time principal do mais importante programa de entretenimento da emissora terão voo solo.

Erick Jacquin, aliás, já está voando. A Band lançou na última terça-feira, 27, a segunda temporada de Pesadelo na Cozinha, o divertido reality no qual o chef ajuda um restaurante à beira da falência. Nos próximos meses, são seus companheiros de júri quem terão um novo lugar ao sol. Paolla Carosella comandará Lado C, uma espécie de talk show no qual ela conversa com um convidado enquanto cozinha. Seria um novo Pé na Cozinha, saudoso talk show de Astrid Fontenelle na extinta MTV Brasil? Já Henrique Fogaça apresentará Mistérios do Pantanal, uma série na qual o chef viaja pela famosa região do Mato Grosso do Sul mostrando curiosidades. Enquanto isso, Ana Paula Padrão comandará Missão Notícia, um reality envolvendo jornalistas em início de carreira.

Ao que tudo indica, estas novidades devem ficar para o ano que vem. Para este ano, a novidade da emissora é uma nova investida em jornalismo. Cansado de ver sua linha de shows sofrendo para aumentar os índices de audiência herdados do Show da Fé, o canal resolveu, agora, apostar em jornalismo na faixa das 22h. No próximo dia 8 de setembro, a Band lança o Band Notícias, seu mais novo jornal. A nova atração se junta a uma grade na qual o jornalismo já ganhou mais espaço, com o novo Café com Jornal e a estreia do Bora SP recentemente.

Esta deve ser a novidade mais interessante do pacote. Afinal, o jornalismo sempre foi um dos pilares da Band. Não por acaso, o Brasil Urgente ocupa várias horas diárias da grade, enquanto o Jornal da Band segue sendo uma das maiores audiências da emissora. Ou seja, jornalismo sempre foi uma das marcas da emissora. Ao apostar numa grade com mais horas dedicadas ao noticiário, a emissora otimiza os profissionais do Grupo Bandeirantes (que tem uma estrutura de jornalismo considerável) e se torna uma boa alternativa ao espectador. Pode funcionar.

André Santana

5 comentários:

  1. - Jornalismo da Bandeirantes: Na maioria das vezes sempre governista, mesmo na época do Boechat (que era BEM melhor na rádio do que na TV). Além disso adianta pouco colocar um jornal depois da âncora da igreja em horário nobre.
    - "Realitys": Me parece estranho lançarem dois programas parecidos, como esses de economia e de startups, AO MESMO TEMPO; se forem de temporada e cada um em um semestre, pode até ser bom. Mas temos de lembrar que a Bandeirantes exibiu o Shark Tank e não aconteceu nada.

    Acho que gera um desgaste na imagem dos apresentadores do Master Chef esse monte de programas ao mesmo tempo, e ainda a presença deles no programa caro chefe. Pode até dar certo pois tem a chance de criar novas atrações, mas pode ser também um sinal de fim do MC, que já foi devidamente esmirilhado com tantas edições em sequência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alexandre, essa ampliação do espaço dos apresentadores do Masterchef me lembra quando a Band resolveu dar um programa novo pra cada integrante do CQC. E, com exceção do Agora É Tarde, nenhum vingou.

      Excluir
  2. A Band sempre teve um viés inovador e esses realities de economia e empreendedorismo só afirmam isso. E, ao que me parece, são todos formatos originais, não vi notícias de formato internacional ou inspirado em alguma coisa. Só por isso, já é um ponto positivo. Apesar do André ter citado o Pé na Cozinha, da antiga MTV, me lembrei do atual formato do Cozinha Prática com Rita Lobo ou o Bela Cozinha, ambos do GNT.

    Concordo com o Alexandre sobre o desgaste de imagem dos jurados por conta do MasterChef, mas isso é culpa da própria Band que espicha o programa a perder de vista. No TLC, era perceptível que a temporada de todas versões do reality eram mais curtas, em especial a americana, mas aqui a temporada dura quase o ano todo e ainda tem a versão Profissionais e a versão All Star que será lançada em outubro. Mas acredito que o carisma da Paola Carosella seja um grande atrativo pro programa, sem contar a legião de fãs que a chef possui na Internet.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade o programa da Paola será basicamente o que ela já faz no YouTube, entrevista pessoas com alguma história de vida (tipo refugiados) e cozinha algo baseado nisso.

      Excluir
    2. Mister Ed, sim, a Band tem esse mérito que é pouco falado. Ela se associa a produtoras e cria formatos, não apenas compra pronto. Porém, curiosamente, é raro um formato criado por ela vingar. Vamos ver como esses vão se sair.

      Excluir