sábado, 23 de fevereiro de 2019

História da TV: Relembre todas as fases do talk show "De Frente com Gabi"

"Bate bola, jogo rápido!"

No dia 22 de fevereiro de 2015, o SBT exibiu a última edição do talk show De Frente com Gabi, de Marília Gabriela. A atração, entre indas e vindas, existia desde 1998 e teve várias fases, reestreias e dias de exibição. Em comum, a vontade de fazer do entrevistado o grande protagonista do programa, que sentava diante de Marília Gabriela e enfrentava suas perguntas certeiras.

De Frente com Gabi estreou em 1º de março de 1998, aos domingos, após o Programa Silvio Santos. Na época, Marília Gabriela pertencia aos quadros do SBT havia alguns anos, tendo comandando programas como First Class e SBT Repórter. Até que Silvio Santos propôs a ela reeditar o Cara a Cara, programa de entrevistas de prestígio que Marília comandava na Band entre os anos 1980 e 1990. A jornalista, a princípio, teria recusado, pois acreditava que o dono do SBT poderia tirar a atração do ar a qualquer momento. Mas topou o desafio quando os dois combinaram um patamar de audiência para que o programa permanecesse no ar.

Marília Gabriela, então, propôs um programa aos moldes do Cara a Cara, mas recebendo convidados de maior apelo popular, tendo em vista que o talk show da Band tinha forte viés político. Na estreia, recebeu nada menos que Carla Perez, ex-dançarina do É o Tchan que se preparava para se lançar como apresentadora do SBT. Em entrevista à Folha de S. Paulo do dia 1º de março de 1998, Marília defendeu a escolha. “Ela é disputada pelos grandes comunicadores da TV para melhorar a audiência de seus programas. Eu queria ver se ela tem consciência disso. Descobrir o que é uma menina de 20 anos que detém esse poder. Foi muito interessante”, afirmou a apresentadora. A ideia, portanto, era oferecer uma boa entrevista, mas com convidados de apelo, de modo que Marília pudesse herdar parte da audiência do Programa Silvio Santos.

Deu certo. Nesta primeira fase do De Frente com Gabi, Marília Gabriela entrevistou muitas celebridades, entre artistas, esportistas, atores e apresentadores, abrindo espaço para convidados menos famosos e com temas diferenciados de vez em quando. O cenário, todo preto, servia para destacar apenas Marília e seu convidado, tornando a conversa a grande atração do programa.

De Frente com Gabi correspondeu às expectativas do SBT e permaneceu no ar aos domingos, após o Silvio Santos, até março de 2000. No final de 1999, com o fim do Jô Soares Onze e Meia, Silvio Santos chegou a conversar com Marília Gabriela para que ela ocupasse o horário. No entanto, acabou mudando de ideia e escalou o Programa Livre, apresentado por Babi Xavier, para a função. Como “prêmio de consolação” à Gabi, ofereceu a ela a cadeira de Hermano Henning no Jornal do SBT. Marília recusou e preferiu atender o convite da RedeTV, onde apresentou o talk show Gabi diariamente entre 2000 e 2001.

Em 2002, já sem o Programa Livre, o SBT convida Marília Gabriela para voltar à emissora e apresentar seu programa diariamente. Assim, o De Frente com Gabi retorna e estreia sua segunda fase no dia 6 de maio de 2002, de segunda a sexta-feira, após o Jornal do SBT. Nesta fase, o talk show ganhou um cenário mais amplo e “herdou” alguns quadros lançados enquanto Gabi estava na RedeTV, como o Lambe-Lambe, segmento no qual o convidado posava para uma foto tirada por Marília e a dedicava a alguém. Esta fase diária ficou no ar até fevereiro de 2003, saindo no ar num momento em que o SBT mergulhou numa crise financeira e cortou vários produtos da grade de programação.

Seis meses depois, estreava a terceira fase do De Frente com Gabi, de volta ao final das noites de domingo. Esta nova versão estreou no dia 03 de agosto de 2003, e tinha como diferencial o fato de ser uma produção independente. Marília Gabriela e a Sardinha Produções bancavam todo o programa e o entregavam finalizado ao SBT. Assim, Marília passou a ter liberdade para fazer um programa mais autoral, ao mesmo tempo em que trocava um salário fixo por 40% da receita que o programa geraria. Nesta versão, De Frente com Gabi voltou a ter um cenário mais intimista, com tons de madeira, e trazia uma nova embalagem visual, incluindo um tema musical instrumental que substituía a canção de Rita Lee que a acompanhava desde a estreia da primeira versão da atração. Nesta época, Marília já havia sido convidada por Aguinaldo Silva para atuar em Senhora do Destino. Ela aceitou e, por isso, este De Frente com Gabi teve vida curta. Acabou em abril de 2004.

Após uma temporada como atriz da Globo, participando de Senhora do Destino, JK, Duas Caras e Cinquentinha, Marília Gabriela retornou ao SBT em 2010. Desta vez, a apresentadora fez um contrato de sociedade com o canal, dividindo lucros e despesas de sua atração, e relançou o De Frente com Gabi, em sua quarta e última fase, em 06 de junho de 2010. Nesta fase, o programa voltou a explorar um ambiente de fundo preto, tendo como destaque a bancada de acrílico. Chegou a ganhar um segundo dia de exibição, às quartas-feiras, no dia 21 de setembro de 2011. Mas, um tempo depois, este horário passou a ser ocupado por um novo programa de Marília Gabriela, o Gabi Quase Proibida, onde a apresentadora comandava entrevistas com temas voltados à sexualidade.

E o De Frente com Gabi seguiu forte aos domingos à noite, após o Programa Silvio Santos, até o dia 22 de fevereiro de 2015, quando a jornalista anunciou sua “aposentadoria” do jornalismo. Afirmando querer fazer coisas novas, Marília deixou tanto o seu programa no SBT, quanto sua atração no GNT, o Marília Gabriela Entrevista, para se dedicar ao teatro, à música e outros projetos pessoais.

André Santana

8 comentários:

  1. E antes disso,nao sei se chegou a assistir, Andre, ela comecou sua carreira solo depois que saiu da Globo, na Bandeirantes,antes de ser Band, com o programa Marilia Gabi Gabriela, quem cantava o tema de abertura era o Jorge Benjor ou Jorge Ben rs , era toda quarta depois da novela da Globo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniel, não acompanhei esta fase da Gabi porque eu era muito novo nesta época. Mas ela chegou a relembrar esta fase numa entrevista recente ao Conversa com Bial. A banda do Bial até resgatou esta canção que você diz e ela ficou emocionada. Ela disse que já não havia qualquer registro desta música.

      Excluir
  2. Olá, tudo bem? Eu sempre assistia ao De Frente com Gabi. lembro de uma entrevista histórica: com a Gaby Spanic quando a "usurpadora" veio pela primeira vez ao Brasil. E ela falou sobre o presidente Chavez.... Abs, Fabio www.blogfabiotv.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fabio! Também via sempre! Pra mim, foi o nosso melhor programa de entrevistas. Sinto falta.

      Excluir
  3. Obviamente nunca assisti a uma edição do De Frente com Gabi posto que ia ao ar nos fins de noite, mas alguns programas pude conferir no Youtube, entre eles a entrevista com o polêmico Silas Malafaia e o ator Carlos Moreno, ambas da última fase. Também é digna de nota a treta no ar com a Madonna. Lembro que quando Gabi deixou a RedeTV, Juca Kfouri entrou no lugar, a Gabi de calças :-D Não sei, mas tenho a impressão que esse gênero de talk show nos fins de noite está morrendo nos últimos anos, ainda mais com o fim do Programa do Jô no ano retrasado. O único sobrevivente é o The Noite, pelo menos até que Gentili rompa seu contrato com o SBT. Mas a Marília Gabriela é uma excelente profissional do ramo e faz muita falta na televisão. Fica a lembrança desse programa que marcou época.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João Paulo, acho que o formato sobrevive. Além do The Noite, há o Conversa com Bial, que é ótimo! Mas eu sinto falta de um programa como o de Gabi, com apenas um entrevistador e um entrevistado. Gosto deste formato, é mais honesto.

      Excluir
  4. Marília Gabriella ,certa vez encontrou barata no estúdio em uma emissora de tv aonde fazia seu programa de entrevistas ...
    CNT

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que foi por isso que sua passagem pela CNT foi bem rápida?

      Excluir