quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Ao sondar elenco da Gazeta, Band repete estratégia de 2001

Após fatos, boatos e desmentidas, confirmou-se a mudança de Cátia Fonseca, que deixa o programa Mulheres, da Gazeta, para comandar um novo vespertino na Band em 2018. A transferência deu margem a uma série de comentários e notícias de bastidores, e uma destas notícias dá conta de que a Band tem interesse em outro nome da TV paulistana: nada menos que Ronnie Von, que apresenta o noturno Todo Seu.

Segundo matéria assinada por João Amaro para o site RD1, existe mesmo interesse da Band no passe de Ronnie. E mais: que se trata de um interesse antigo, alimentado sempre que existem rumores de que o apresentador estaria deixando a Gazeta. Ainda segundo a matéria, Ronnie e Band até começaram a conversar, mas o apresentador teme deixar sua atual emissora. Ele é grato à Gazeta, além de estar sempre muito satisfeito com a liberdade que tem na casa, o que permite manter a qualidade do Todo Seu. Ou seja, provavelmente Ronnie só deixaria a emissora caso a Gazeta realmente não tivesse interesse em continuar com o Todo Seu.

A matéria afirma ainda que a Band tem duas ideias para Ronnie Von: ou entregá-lo o comando de um novo matinal, ou ainda aproveitar o apresentador num programa noturno, na linha de shows. Neste segundo caso, Ronnie Von faria algo nos moldes do Todo Seu, com a possibilidade de ganhar um auditório e se tornar uma espécie de “Hebe Camargo de calças”. Por fim, diz o RD1, “como não houve definição sobre o que ele faria ao certo, as negociações entre as partes esfriaram (mas não cessaram)”.

É bem interessante e animador perceber que a Band parece disposta a sair da inércia e realmente investir numa grade de programação diária mais interessante e com maior capacidade de faturamento. E não deixa de ser curioso notar que o canal pretende fazer isso atacando justamente o cast da Gazeta. Se levasse Ronnie logo após ter assinado com Cátia, o canal da Paulista se veria com muitas mudanças para administrar.

Não é a primeira vez que a Band ataca o elenco da Gazeta. Em 2001, quando iniciou um processo de “popularização” de sua grade de programação, numa estratégia de lançar programas ao vivo capitaneada pelo então diretor artístico Rogério Gallo, a Band trouxe justamente a dupla que comandava o Mulheres. Na época, Márcia Goldschimidt apresentava o vespertino, contando com a parceria de Leão Lobo, que fazia suas fofocas. Pois a Band contratou os dois de uma vez, colocando Leão Lobo ao lado de Astrid Fontenelle e Aparecida Liberato no Melhor da Tarde, enquanto Márcia voltou ao campo dos telebarracos com o Hora da Verdade. E a Gazeta, às pressas, trouxe Christina Rocha e Clodovil para o Mulheres.

O TELE-VISÃO virou livro! Compre agora! CLIQUE AQUI: http://bit.ly/2aaDH4h


André Santana

2 comentários:

  1. Acho um risco para a Cátia Fonseca ir para a Bandeirantes, pois já entra em um horário tirando espaço de 2 nomes principais da casa (Neto e Datena), ou seja, já chega criando certas implicâncias (por tudo que se diz do canal, onde existe muito ego para pouca audiência). Além disso, larga a Gazeta onde tinha um programa de 4 horas para um mais cruto. Tudo bem, existe maior visibilidade, mas a Bandeirantes é conhecida por não ter nada fixo na grade (tirando o Daniel Bork claro,rs), ainda mais no horário da tarde. Ou seja, é uma aposta bem arriscada. Além disso, o vídeo que ela fez dizendo que não sairia e que se revelou um mico, queimou um pouco a credibilidade dela. No fim, se a Gazeta colocar a Regina Volpato no lugar, até que não sai perdendo na troca...

    Para o Ronnie Von seria a mesma coisa pois no máximo, ele teria um programa semanal (não devem tirar o Masterchef enquanto der lucro). Mas ao menos pra ele, tendo um dia por semana apenas de programa, pode ser mais possível que emplaque. No entanto, corre o risco de mais pressão por audiência o que pode fazer com que o programa não dure.

    ResponderExcluir