quinta-feira, 3 de agosto de 2017

RedeTV renova com "Encrenca" até 2022

O elenco do Encrenca está seguro na RedeTV até 2022. Sendo o humorístico seu programa de maior audiência, a emissora não quer correr o risco de perder Tatola Godas, Dennys Mota, Ricardinho Mendonça e Ângelo Campos e tratou de antecipar a renovação de contrato com a trupe. Com audiência média em torno de 5 pontos no Ibope, Encrenca consegue ganhar do Pânico na Band, programa que substituiu, em vários momentos. Não é pouca coisa.

Impressionante que um programa que estreou à imagem e semelhança do Pânico, com o claro propósito de confrontá-lo, tenha crescido tanto em tão pouco tempo. O crescimento aconteceu justamente quando a atração deixou de lado as reportagens inusitadas, a la Pânico, para se dedicar aos comentários de vídeos engraçados. Com isso, encontrou seu lugar ao sol e até serviu de inspiração para outras emissoras, que vieram na esteira do Zap Zap. Até mesmo o Faustão renovou seu estoque de “videocassetadas” após anos exibindo os mesmos vts com imagens emboloradas.

Não deixa de ser um grande feito, ainda mais se levarmos em consideração que é um programa bem fraquinho. É muito tempo exibindo vídeos, ao ponto de cansar. Mas há um público para isso e, para a RedeTV, é isso o que importa. Aliás, tal performance devia levar o canal a refletir mais sobre sua grade de programação. Pois se um programa simples, barato e bobinho como o Encrenca atinge 5 pontos em plena noite de domingo, é sinal de que seus programas diários também poderiam render mais.

O matinal Melhor pra Você, mesmo tendo um conteúdo interessante, não sai do traço. TV Fama perdeu público depois de saltar do horário das 19 horas para o das 21h30. RedeTV News é outro programa que não desempaca. Superpop, que já disputou Ibope em pé de igualdade com a Band, hoje está estacionado e refém das mesmas pautas pobres de sempre. Apenas A Tarde É Sua faz milagre e consegue 2 pontos, sendo a maior audiência diária da emissora. E sem nenhuma ajuda, já que recebe do traço do horário da igreja e é sucedido por outra atração religiosa. Haja milagre!

No passado, a RedeTV não admitia perder para a Band. E hoje, mesmo diante de uma Band um tanto combalida e sem investimentos, a emissora amarga uma grade diária de resultados pífios. O principal motivo é o loteamento de horários para igrejas, que atravanca toda a grade. Além disso, a insistência em programas de fofocas e maledicências, que colabora para a estagnação. Ninguém aguenta mais as notas copiadas da internet do TV Fama, muito menos os debates infundados com Bolsonaros e Pablos no programa de Luciana Gimenez. A emissora está num péssimo momento. Uma pena.

O TELE-VISÃO virou livro! Compre agora! CLIQUE AQUI: http://bit.ly/2aaDH4h


André Santana

6 comentários:

  1. Acho esse "programa" constrangedor...Ficar um tempão exibindo vídeos "engraçados" da internet denota uma enorme falta de criatividade. Mas como você disse, existe público para uma papagaiada dessa...Vai entender...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não entendo. Não consigo ver mais de 5 minutos do programa. Acho cansativo.

      Excluir
  2. Redetv precisa repensar sua programaçao pra nao acabar com a Manchete!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando a Manchete "morreu", ainda dava mais audiência que a RedeTV...

      Excluir
  3. A solução pra rede tv era fazer parceria com produtoras e canais fechado
    Como por exemplo exibir aquelas séries nacionais da Fox
    O pouco público que tem a emissora a vê como uma alternativa portanto o canal deveria investir em algo que a concorrência não faz

    ResponderExcluir