quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Globo anuncia grade de 2017, mas se "esquece" de alguns produtos

Foi bem bacana o episódio final da série Nada Será Como Antes, exibida na noite da última terça-feira, 20. A atração não deu a audiência esperada e pouco repercutiu, mas, verdade seja dita, foi uma das melhores séries da emissora em 2016. Concordo que os criadores Guel Arraes e João Falcão perderam uma boa chance de revelar maiores detalhes da origem da televisão brasileira, ao usar a temática apenas como um parco pano de fundo. Mas a história em si foi bem interessante, um romance nos anos 1950 bem temperado com conflitos que abordaram, principalmente, a questão da mulher. Verônica (Débora Falabella) e Beatriz (Bruna Marquezine), entre outras, mostraram o preço que a mulher tinha de pagar para viver com independência e construir uma carreira. Muito bom!

E uma boa sacada do último episódio foi mostrar Saulo (Murilo Benício), o dono da TV Guanabara, num texto que revelava o que esperar do futuro da televisão brasileira, tudo isso costurado por uma série de imagens dos programas que a Globo vai lançar em 2017. Assim, o canal larga na frente para divulgar vários dos produtos que exibirá ao longo do ano, como as novas novelas A Força do Querer, das 21h, e Novo Mundo, das 18h, além da nova temporada de Malhação, que se chamará Viva a Diferença, e séries já prometidas há algum tempo, como Vade Retro e Dois Irmãos. A emissora também garantiu novas temporadas de programas sazonais, como Amor & Sexo e Tamanho Família, entre outros, além de reforçar a presença dos seus principais programas de entretenimento, como Mais Você, Encontro, É de Casa, Caldeirão do Huck e Domingão do Faustão.

No entanto, a ausência de alguns programas na lista deu margem a especulações sobre seus destinos. O colunista José Armando Vannucci, em seu blog, recebeu a pergunta de uma internauta que notou a ausência do Estrelas no “chamadão”. Ela perguntou ao jornalista se isso significava que o programa de Angélica não estava garantido na grade da Globo em 2017. Vannucci respondeu que nos bastidores da Globo não circula a informação sobre o fim do programa, mas “ninguém confirma sua presença na grade de 2017. É uma incerteza, pelo menos para os olhos de quem não está nos comitês de programação. Portanto, é preciso aguardar para saber”, concluiu o jornalista.

Realmente, foi bem esquisito a Globo anunciar a continuidade da maioria de seus programas de entretenimento, mas não citar alguns, como o Estrelas. Dá a impressão de que, realmente, a atração será descontinuada em 2017. No entanto, acho pouco provável que isso aconteça, já que o programa de Angélica não foi o único “esquecido” no anúncio da grade do ano que vem. O “chamadão” também confirma a presença de The Voice Brasil em 2017, por exemplo, mas não falou nada sobre o Big Brother Brasil, e sabemos que o reality já está mais do que confirmado, e estreia na segunda quinzena de janeiro, agora sob o comando de Tiago Leifert. Aliás, Tiago substitui Pedro Bial para que este assuma um talk show em 2017, mas o “chamadão” também não cita a nova atração, que substituirá o Programa do Jô. Não custava nada falar da estreia de Bial, que deve acontecer em abril. Brasil a Bordo, comédia prevista para janeiro, mas que foi adiada para o segundo semestre por causa da tragédia do Chapecoense, também não apareceu no anúncio, embora as gravações estejam bem adiantadas.

Outro programa de entretenimento não falado na chamada foi o Vídeo Show. O vespertino segue instável na audiência, perdendo direto para A Hora da Venenosa da Record, e vira e mexe lança alguma novidade maluca para tentar reverter a situação. Até se falou que a atração poderia se tornar semanal, ou ganhar mais outras tantas novidades, mas, até aqui, nunca circulou nenhum boato de que o Vídeo Show seria definitivamente extinto. Ou seja, talvez a ausência destes programas não signifique seus fins. Eles podem apenas ter sido “esquecidos”. Ou talvez ainda esteja em estudos algumas reformulações. Enfim, o jeito é esperar para ver.


André Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário