Ticker

6/recent/ticker-posts

Publicidade

SBT muda grade de novo e sacrifica "Vem pra Cá"

Gabriel Cartolano no Vem pra Cá
Gabriel Cartolano no Vem pra Cá (reprodução/SBT)

Depois de mudar horários em sua programação vespertina, num troca-troca que, até o momento, não teve nenhum efeito prático na audiência (aliás, só piorou a situação), o SBT promete uma nova movimentação no início de 2022. Desta vez, são as manhãs que serão reformadas, numa troca de horários que terá como principal afetado o Vem pra Cá. Ao que tudo indica, a ideia é sacrificar o matinal, desidratando-o até que ele saia do ar de vez.

Na nova grade, o Bom Dia & Cia volta a ser exclusivamente matinal. O infantil de Silvia Abravanel entrará após o Primeiro Impacto, às 9h30, e se estenderá até o meio-dia. É um bom horário para o programa, que deve ser beneficiado com o pacote de novas animações que a emissora adquiriu recentemente. 

Porém, depois do Bom Dia & Cia, começa o risco. A emissora relançará o SBT Notícias, que será apresentado por Darlisson Dutra e será exibido para São Paulo, das 12h às 14h15. Ou seja, mais uma vez, o canal tentará concorrer com o Balanço Geral, da Record. Vale lembrar que o SBT já tentou outras vezes, com o Primeiro Impacto, e não deu certo. Por que agora daria?

Depois, a grade segue como está, com exceção do Fofocalizando, que terminará às 16h30. Neste horário é que entrará o Vem pra Cá, que terá uma versão vespertina compacta, com apenas meia hora de duração. O programa não terá intervalos e servirá, apenas, para cumprir os compromissos com merchandising já assumidos. Dizem que os atuais contratos se encerram no fim de janeiro, ou seja, Vem pra Cá provavelmente sairá do ar de vez em fevereiro de 2022.

É um final já esperado. Vem pra Cá estreou sob desconfiança e nunca disse a que veio. Neste menos de um ano no ar, mudou de horário um sem-número de vezes, e a audiência sempre foi de mediana a baixa. Além disso, atualmente, o programa nem ao menos tem um apresentador focado nele, já que Gabriel Cartolano se divide entre ele e o Fofocalizando, enquanto Patrícia Abravanel mal aparece, pois se dedica também ao Roda a Roda e ao Programa Silvio Santos.

Vem pra Cá foi uma válida tentativa de buscar um programa capaz de faturar e melhorar a situação do SBT. Mas não adianta nada pensar apenas no comercial a deixar o conteúdo em segundo plano. Sem um conteúdo capaz de atrair o público da emissora, não há audiência. E sem audiência, como o programa se vende ao mercado? Vem pra Cá vive de pautas batidas e preguiçosas, e não consegue estabelecer um diálogo com o público do SBT. Por isso, não emplacou e nem irá.

André Santana

24/12/2021

Postar um comentário

2 Comentários

  1. Concordo que o conteudo deveria ter importancia, mas hoje em dia o faturamento eh mais importante ate que a audiencia. Vide o similar da Band, com a Catia Fonseca, a audiencia da no maximo 2,5 de audiencia mas o faturamento eh um fenomeno assim como ja eh antes de estrear o Faustao na Band ou aquele reality de culinaria da Globo, Mestres do Sabor, audiencia pifia mas faturamento otimo. Mas a minha duvida eh se esse Vem Pra Ca, da o faturamento desejado? Pro programa ter meia hora pra mim eh sinal de que nem faturamento desejado da.

    ResponderExcluir
  2. O jornal é ruim, mas o SBT acertou com o "Primeiro Impacto", que deveria ficar até 10h. Logo após, a emissora deveria voltar com o "Vem pra Cá", com outros apresentadores e não esses que estão. O programa ficaria até 11h30 e entregaria para um jornal local, que poderia ser o "SBT São Paulo", e logo após o "SBT Esporte" às 12h30. Na programação da tarde, a partir das 13h,seria interessante que a emissora conseguisse voltar com o Chaves e o Chapolin. A paritr das 15h30, o "Fofocalizando" ( com o pessoal do "Fofoca aí"), "Casos de Familia" voltando ao seu horário antigo das 16h30 e encerrando com as novelas mexicanas às 17h30 e 18h30. Não é a programação ideal, mas evitaria que a emissora perdesse mais audiência.

    ResponderExcluir