sábado, 21 de março de 2020

Record reconhece erro de estratégia e muda domingo de novo

Dancei

Quer dizer, “reconhecer” não é bem a palavra certa, já que a emissora justificou as mudanças como resultado de medidas de controle à transmissão do coronavírus. No entanto, é evidente que a direção da Record aproveitou que precisa, sim, realizar medidas neste sentido, para corrigir uma mudança de rota que fracassou. O novo domingo da emissora, divulgado com pompa, naufragou e durou apenas duas semanas.

O TELE-VISÃO já havia cantado essa bola. Isso porque o canal já havia tentado uma edição dominical do Hoje Em Dia no passado, e não tinha dado certo. O programa não combina com a grade dominical, e não foi feito nenhum esforço na tentativa de adequá-lo ao novo dia. Seu cancelamento, portanto, mostra que a Record entendeu isso. Afinal, se a desculpa era o coronavírus, o programa poderia permanecer como um noticiário para atualizar o público sobre as últimas informações. Se não permaneceu, é porque a Record reconheceu que a novidade não teria futuro.

Já o novo Domingo Show estreou com a louvável missão de diminuir as tragédias e aumentar o entretenimento e o humor das tardes de domingo da emissora. E, no geral, a novidade foi muito bem-vinda. Entretanto, a atração se revelou longa demais, com quadros arrastados e pouco dinâmicos. Alguns deles são bons, como o Made In Japão, mas que poderiam ter uma edição mais ágil. Com a mudança de agora, o novo programa de Sabrina Sato será menor, e isso poderá ser corrigido. Apesar do pouco resultado até o momento, é um programa que tem potencial.

Enquanto isso, Hora do Faro não apresentou grandes novidades. Reduziu o chororô, é verdade, mas poderia reduzir mais. E a volta do Dança Gatinho se revelou uma bobagem sem tamanho. Isso porque, em sua versão original, o quadro era parte integrante de um quadro maior, o Vai Dar Namoro. Rodrigo Faro dançava toda vez que saía beijo na atração. Ou seja, era um besteirol, mas fazia sentido. Agora, não. O quadro fica solto no fim do programa, com Faro apenas dançando e fazendo piadas sem graça. Não funcionou. E a grande aposta da temporada, o Game dos Games, teve sua produção interrompida por causa do coronavírus. Ou seja, Faro vai continuar na mesma, e volta ao seu horário habitual a partir de amanhã, 22.

O The Four Brasil também não funcionou. É um bom programa, mas, como dito aqui antes, a atração não mostrou apelo mesmo quando era exibida numa faixa mais “fácil”, a noite de quarta-feira. Como acreditar que decolaria aos domingos, batendo de frente com Eliana e Faustão? Obviamente, não deu certo. O programa de Xuxa quase foi “sacrificado”, já que a ideia inicial era colocá-lo às sextas (onde provavelmente naufragaria de vez), mas, com o adiamento do Top Chef, o The Four acabou conquistando a vaga da quarta-feira. Melhor assim.

André Santana

Um comentário:

  1. Creio que o maior erro da Record é concentrar Sabrina Sato em um palco. A escola dela foi o Pânico e ela se destacava justamente nas externas. Então, por que não formatar um programa, mesmo que curto, em que a japa pode entrevistar anônimos em eventos ou celebridades nas ruas, como faz em seu canal no YouTube? Ela é boa em situações de espontaneidade e deixá-la no estúdio, lendo TP, foge de sua maior virtude.

    ResponderExcluir