sábado, 19 de outubro de 2019

"Mais Você" completa 20 anos sabendo se reinventar sempre

Since 1999
Na manhã desta sexta-feira, 18, a apresentadora Ana Maria Braga comandou um programa especial. Ao lado de Fausto Silva, a loira comandou o aniversário de 20 anos de seu Mais Você. Uma marca mais do que respeitável, tendo em vista os inúmeros perrengues pelo qual a atração passou, sobretudo no período de sua complicada implantação. Neste meio tempo, Mais Você deixou de ser um programa desacreditado para se tornar um case de sucesso no sentido de saber se reinventar.

É sempre interessante lembrar da ocasião do lançamento do Mais Você. Em 1999, Ana Maria Braga era a estrela máxima e absoluta da Record, mas pediu demissão da emissora por conta de insatisfações pessoais. Solta no mercado, Ana entrou na mira de emissoras como SBT e até RedeTV (que mal existia), mas fechou justamente com a mais improvável naquela ocasião: a Globo. Naquela época, figuras populares como Ana Maria pareciam não se enquadrar na programação meio elitista e um tanto gélida da Globo.

Mas Ana Maria Braga apenas puxou a fila de uma série de contratações, orquestradas pela então toda-poderosa da Globo, Marluce Dias da Silva, justamente no intuito de tornar a grade da Globo mais popular. Logo após a contratação de Ana, assinaram com a Globo Serginho Groisman e Jô Soares, do SBT; Luciano Huck, da Band; e Cazé Peçanha, da MTV. Todos eles peças importantes de suas emissoras de origem, o que deixou claro que a estratégia da Globo era, também, enfraquecer a concorrência.

Só que a Globo demorou para aprender a ser popular. Mais Você estreou em 18 de outubro de 1999, na faixa da tarde, como uma versão gourmetizada do Note e Anote, atração anterior de Ana Maria. Além da indefectível culinária, o Mais Você estreou com um time de colaboradores na área de saúde, beleza, moda e comportamento, formando uma espécie de revista eletrônica feminina que buscava uma certa sofisticação. Que não combinava em nada com Ana Maria, apresentadora que se fez popular justamente por falar francamente à dona de casa. Este descompasso fez com que o Mais Você enfrentasse severas críticas, crise de audiência e até um desabafo ao vivo da apresentadora, que revelou não estar à vontade na nova casa. A baixa audiência fez com que, em agosto de 2000, Mais Você mudasse de horário e passasse a ocupar a faixa das 11 horas da manhã. Não deu certo e o programa saiu do ar em dezembro daquele ano.

Mas a emissora não desistiu fácil do Mais Você. Em abril de 2001, o programa voltou ao ar, na faixa das 8 da manhã e reformulado. Sob a batuta de Marlene Mattos, a atração conseguiu adotar uma linguagem mais popular, tornando-se mais solto e menos engessado. Assim, aos trancos e barrancos, foi entrando na linha. Porém, as oscilações na audiência fizeram com que o Mais Você enfrentasse novas mudanças, tanto em seu horário quanto em conteúdo. Para ficar mais perto dos artistas das novelas da Globo, o programa deixou os estúdios de São Paulo e passou a ser realizado nos Estúdios Globo, no Rio de Janeiro. Além disso, passou a apostar em reality shows.

Recapitulando toda esta trajetória, fica bem claro que o Mais Você se tornou um programa vitorioso justamente pelos perrengues pelos quais passou. A emissora nunca jogou a toalha, promovendo mudanças e não deixando a atração ficar numa zona de conforto. A constante inquietação obrigou o matinal a mudar e se renovar, e isso foi fundamental para que o programa chegasse aos 20 anos em plena forma. E o mais interessante é que o Mais Você mudou sem perder a essência. Ele continua apoiado nos mesmos pilares desde a estreia, mas a maneira de transmitir este conteúdo mudou. Mais Você acompanhou as transformações da TV, adaptando-se às realidades que se apresentaram com o tempo.

E este mérito não é apenas de sua equipe competente. É mérito também de Ana Maria Braga, que tem um talento acima da média na condução de um programa popular, no melhor sentido da palavra. Ana conseguiu se “desengessar” com o tempo, ficando à vontade em sua casa e falando diretamente ao seu público. Ela passa verdade a quem a assiste, e criou uma relação de afeto com a audiência. Além disso, soube manter a vitalidade e a energia diante das câmeras, como se estivesse sempre num constante recomeço. E, claro, a parceria vitoriosa com Louro José. Não é qualquer um que consegue fazer o público se esquecer de que o personagem é apenas um boneco de espuma. A inteligência de seu intérprete, Tom Veiga, somado à interação natural de Ana Maria, faz a dupla funcionar.

Por essas e outras, Mais Você, ainda, um dos mais importantes programas de entretenimento da Globo, e da televisão brasileira. Reverenciar esta história de 20 anos é fazer jus a um trabalho que venceu pela insistência, pelo talento e pela competência das pessoas envolvidas. 

André Santana

11 comentários:

  1. Lá se vão vinte anos de Mais Você, e quem poderia imaginar que um programa desacreditado se manteria por muito tempo nas manhãs da Globo?! Graças aos esforços de Marlene Mattos e do público que acreditou em Ana Maria Braga. E para tanto, foi necessário tanto tempo para a mudança acontecer. Isso é natural de todo ambiente de trabalho, principalmente se ele for totalmente novo. Há algum tempo atrás li um boato na Internet de que a Record estaria interessada na apresentadora, mas acho que não rola, uma vez que o estilo da AMB é outro, e é aí que a loira faz a diferença, pois não tem nada de sensacionalismo extremo como faz o Hoje em Dia e agora o Aqui na Band. Matinal feminino pra mim é raiz, e eu gosto da Ana Maria porque ela sabe fazer do jeito que só ela sabe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, João, os anos passam depressa. Não comentei no texto, mas vale destacar a importância de Boninho no Mais Você. Depois da saída da Marlene Mattos, foi ele quem achou um rumo pro matinal. Ana Maria Braga é rainha! Grande estrela da TV, merecidamente!

      Excluir
  2. Assisti ao programa de segunda, com a final dos Super chefinhos e o de sexta, aniversario do programa. Como o proprio Fausto disse, a Ana eh a ultima representante daquela geracao que tinha a Hebe, o proprio Fausto, Raul Gil. Assisti esses dias no YouTube um pedaco do programa Ana Maria Braga , na Record, que ela recebe Dercy Goncalves.Eh a sua personalidade e o modo que ela sabe encarar o ao vivo que faz dela, uma das maiores apresentadoras desse pais. Que pena que ela nao conseguiu seu programa noturno na Globo mas o Mais Voce, com muita garra e persistencia, soube se moldar mesmo com o inicio nao agradavel, e sempre se reinventa, e como diz o nosso Andre, sem perder a essencia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo, Daniel! A Ana é de verdade, e é isso que faz o sucesso dela! Sou fã e grande admirador dela desde criança.

      Excluir
  3. Olá, tudo bem? Estou na correria... Enfim... Eu ainda identifico mais a Ana Maria Braga na Record mesmo. Era telespectador assíduo do Note e Anote...Parabéns, Ana e Louro! Caso arrume um tempo, assistirei ao especial e comentarei no blog. Abs, Fabio www.blogfabiotv.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembro que era muito bom mesmo sendo muito longo o que e difícil,outros tempos aliás tinha menos jornalismo poicisl na Record a tarde ..e bonfurm a substituiu a altura la ...Pôr em Globo na a ibteraxsp com os artistas globais e cantores ..Isso foi um ponto positivo na Nova casa..não esqueci do dia que a Xuxa foi lá cozinhar e as duas tacaram bolo uma na cara da outra numa naturalidade rara na Globo

      Excluir
    2. Eu também era espectador do Note e Anote. Almoçava na sala, depois da escola, assistindo a primeira hora do programa, quando a Ana e o Louro faziam a disputa de pegadinhas. Bons tempos...

      Excluir
  4. Eu gostava das pegadinhas do início do mais você ...Ana Maria fez muito bem a Globo na minha opinião...e uma das naturais ali

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Miguel, as pegadinhas começaram na Record e permaneceram na Globo, nos primeiros anos do Mais Você. Eu também amava a disputa entre o Louro e a Loura.

      Excluir
  5. Lembro da Ana dos tempos de Note e Anote, na Record, de um game de perguntas e respostas que ela fazia com o Louro José, que até chegou a fazer na Globo também, mas por pouco tempo. Ouso dizer que o Mais Você consegue ser melhor que o Encontro com Fátima Bernardes. Vida longa ao Mais Você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mister Ed, concordo super com você! Mais Você é o melhor matinal da Globo! Aliás, o melhor matinal da TV brasileira! E eu também era grande fã da disputa de pegadinhas, assistia todo dia! Tenho até VHS's gravados, mas não tenho videocassete para revê-los, hahaha!

      Excluir