sexta-feira, 21 de junho de 2019

Globo traz mais novidades à linha de shows com "Mestre do Sabor"

"Te cuida, Jacquin!"

O assunto não é novo, mas eu ainda não havia tido a oportunidade de comentar por aqui. Recentemente, a Globo anunciou a estreia de Mestre do Sabor, sua primeira incursão no terreno de reality culinário em horário nobre. Realizado em parceria com o GNT, e trazendo à frente o chef Claude Troisgos, a atração tem estreia prevista para outubro e ocupará as noites de quinta-feira.

Anunciado como um formato original da emissora, Mestre do Sabor parece ser uma mistura de tudo o que já foi feito na seara dos talent shows. O novo programa terá similaridades com MasterChef e cia bela, ao se colocar como uma competição entre chefs de cozinha. Mas sua mecânica vai lembrar outra atração: o The Voice! Isso porque os aspirantes a competidores terão que se submeter a uma degustação às cegas. Se aprovado, um telão será aberto e o competidor será aceito no programa por um dos três técnicos, que serão José Avillez, Kátia Barbosa e Leo Paixão. Eles vão montar times e competirão entre si em diferentes fases, assim como na competição musical.

A novidade chama a atenção por vários motivos. Um deles é o fato de a Globo ter demorado tanto tempo para se render ao filão. A emissora foi pioneira quando lançou o SuperChef, no Mais Você, mas ainda longe da linha de shows. Enquanto isso, Band, Record e SBT se lançaram num sem-número de formatos. Além do mais popular e longevo, o MasterChef, vieram também Hell’s Kitchen, BBQ Brasil, Bake Off Brasil, Batalha dos Confeiteiros, Batalha dos Cozinheiros, Top Chef e tantos outros. E foram tantos que, atualmente, o formato começa a ser alvo da análise de que estaria à beira do desgaste. A atual edição do MasterChef não aconteceu, e a mais nova aposta neste sentido, o Top Chef da Record, também não é dos mais populares. Mas, enquanto isso, o SBT só vê o Bake Off crescer a cada temporada.

Outro fator que chama a atenção é o fato de a Globo seguir disposta a apostar em formatos diferentes em sua linha de shows. Não é de hoje que as séries dividem o espaço pós-novela com realities e programas de auditório. The Voice Brasil estreia no final de julho, com edições às terças e quintas. E Mestre do Sabor irá substituí-lo às quintas-feiras. Mesmo gênero, mas com proposta distinta. Interessante. Tão interessante quanto o fato de a atração ser uma coprodução com o canal GNT, em mais um importante passo na troca de produtos e know-how entre Globo e Globosat. Um movimento super positivo.

E assim, a gente volta a especular sobre como ficará a linha de shows da Globo no último trimestre. Com o The Voice entre julho e setembro, as noites de terça e quinta já estão preenchidas. Enquanto isso, espera-se que Ilha de Ferro substitua Assédio às sextas-feiras. E o que será que virá nas noites de terça e quinta? Às quintas, Mestre do Sabor virá depois da novela, mas é possível que um segundo programa seja escalado para dividir o espaço. No ano passado, a vaga era de Os Melhores Anos das Nossas Vidas, mas a emissora não parece disposta a apostar numa nova temporada do game de Lázaro Ramos. Enquanto isso, as noites de terça também estarão vagas. Uma nova série deve pintar no primeiro horário. Mas e no segundo? Amor & Sexo ocupou a faixa em 2018, mas já está definido que este ano não haverá temporada. Seria um espaço legal para lançar o novo projeto de Angélica, não?

Falando em projeto de Angélica, será que ninguém na Globo pensou em usá-lo como uma nova parceria entre Globo e GNT? Pelo que foi dito sobre o formato, me parece um produto bem adequado para a Globosat. Enfim, especulações. Vamos ver como será.

André Santana

6 comentários:

  1. Nossa, a serie de maior audiencia da globoplay voce acha que sera numa sexta? Pra mim acho que sera terca ou quinta mais precisamente na terca segundo horario. Quinta se tiver segundo horario acho que sera Shippados ja que nesse horario eh o da Tata, rs. Ou pode ser terca no primeiro horario ja que eh uma serie de humor para contrabalancar com Ilha de Ferro . E quinta no segundo horario Aruanas, sexta ainda acho que sera a segunda temporada de Os Experientes, um otimo produto mas acho que a Globo nao espera tanta audiencia assim, portanto cabe sexta, e no passado acho que foi sexta tambem. Para sua tristeza, nao vislumbro mais Angelica no cast da Globo. Acho que ano que vem talvez sera Fernanda Gentil mas Angelica nao sei se a Globo tem mais interesse nela . Pelo menos o descaso que a emissora trata eh um sinal disso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daniel! Como você disse, há muitas opções no GloboPlay para exibir na TV aberta. Mas como o canal tem a estratégia de lançar as séries como "exclusivas", creio que a janela de exibição na TV será maior. Em suma, o que eu quero dizer é que novidades deste ano do GloboPlay, como Aruanas e Shippados, só será liberado para exibição na Globo no ano que vem. Eu li em algum lugar que Ilha de Ferro substituirá Assédio, não é uma informação minha. Mas achei coerente, pois imaginei que a Globo transformaria a sexta a noite num espaço para produções GloboPlay, já que se trata de uma faixa que o canal não aposta faz muitos anos. Sendo assim, para o último trimestre, creio que há na agulha Os Experientes, como você disse, mas tem também aquela série com a Débora Bloch, cujo nome não me lembro. Mas opções não faltam, vamos ver como será. Sobre Angélica, eu tinha a mesma impressão que você no ano passado, tanto que eu até disse aqui que dificilmente o contrato dela seria renovado. Mas a verdade é que o contrato venceu, mas ela segue sendo tratada como funcionária do canal (está sempre participando dos programas da emissora, esteve na vinheta de fim de ano e seu projeto, embora não esteja em produção, foi aprovado). Então, confesso que não entendo bem o que a Globo está fazendo. Porque se fosse puro desinteresse, eles já a teriam liberado, não? E isso não me entristeceria, pelo contrário. Liberada da Globo, ela seria livre para buscar um espaço noutra emissora, o que seria bem interessante. Eu a citei neste texto porque algum colunista definiu o projeto dela como um "Amor & Sexo, mas sobre felicidade". Então achei que ele poderia substituir o Amor & Sexo este ano. Vamos ver.

      Excluir
  2. Tem de ver até que ponto a situação política do Huck influencia na questão da Angélica (a possibilidade, pra mim, concreta, dele entrar em alguma candidatura em breve). Pra mim era óbvio que a Angélica poderia fazer o Vídeo Show aos sábados, mas a Globo está bem receosa de lançar algo novo, pelo visto. Mas ao que parece, o caminho dela é o GNT ou outra emissora fora da Globo.

    Eu acho um risco esse programa de culinária da Globo; o Claude têm público no próprio GNT, mas como você bem disse, chega na TV aberta já abarrotada de programas de cozinha. Precisará trazer um diferencial bem marcante para realmente fazer sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sempre achei Angélica a cara do GNT. Na minha cabeça de programador (rs), ela faria um talk show regular no canal pago (algo tipo Hebe), e este mesmo programa poderia ter uma temporada na Globo aberta, numa coprodução Globo e GNT. Será que ninguém lá pensa nisso?

      Excluir
  3. Apesar do formato reality culinário estar saturado, acredito que Mestres do Sabor alcançará bons resultados, devido a grande vitrine que é a Globo. Entendo que Claude representa o GNT na parceria com a "emissora mãe", mas penso que a própria Angélica poderia ser a anfitriã do programa, vide Ana Paula Padrão no MasterChef. Acho que Angélica ainda não recebeu proposta de outra TV, ou então prefere ficar no grupo em que se encontra, mesmo que tenha que ficar mais restrita a TV paga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ser. As outras emissoras abertas não estão fazendo mais grandes contratações. E eu veria com bons olhos a transferência de Angélica para um canal pago do grupo. Pelo menos ela voltaria ao ar. E sem grandes cobranças de audiência, o que seria bom pra ela!

      Excluir