terça-feira, 14 de maio de 2019

Silvio Santos mexe no "Fofocalizando" e audiência cai

"Deu ruim pra gente!"

Silvio Santos não pode ver um programa de sua emissora indo razoavelmente bem que resolve meter o bedelho para afundá-lo de vez. Talvez não seja esse o propósito do patrão, mas é a impressão que ele passa ao promover mudanças sem sentido dentro de uma atração que ele mesmo criou e que, a muito custo, conseguiu um lugar ao sol. Fofocalizando começou muito mal, teve inúmeros tropeços e mudanças, mas conseguiu se estabelecer. Porém, novas mudanças orquestradas pelo dono do SBT colocaram a atração em xeque novamente.

Há algumas semanas, a emissora surpreendeu ao anunciar o desligamento de Márcio Esquilo da direção do vespertino. Esquilo comandava o Fofocalizando desde o início, quando ainda era o Fofocando, e sempre foi um profissional muito elogiado pela equipe e pelos apresentadores do programa. Após uma mexida aqui, uma remexida ali e uma expulsão de Mara Maravilha acolá, Fofocalizando vinha numa fase um tanto mais tranquila, tanto em conteúdo quanto em audiência.

Mas Silvio Santos passou a caneta. Afastou Esquilo, escalou o desaparecido Caco Rodrigues para a direção do Fofocalizando e mandou que a atração voltasse a ser como era antes (seja lá o que isso quer dizer). Sob a batuta de Caco, Fofocalizando resgatou quadros chatos, como o Doeu no Ouvido É Destruído, e vem apostando mais em matérias e menos nos comentários dos apresentadores. E, coincidência ou não, a audiência caiu. Segundo o site Notícias da TV, na última sexta-feira, 10, o programa de fofocas do SBT marcou apenas 5 pontos na Grande São Paulo. Ficou em terceiro lugar na audiência e teve um dos piores ibopes da grade da emissora.

Trata-se de uma movimentação, no mínimo, estranha. Silvio Santos mexeu num programa que, se não era um estouro, também estava longe de ser um fracasso. Além disso, escalou Caco Rodrigues para tocá-lo, um diretor (e ex-apresentador) das antigas da casa, e que não tem nenhum grande sucesso no currículo. Entre outras coisas, Caco esteve à frente da última versão do Fantasia, como diretor e apresentador, versão esta que teve vida curta. Imaginar que ele fosse capaz de ampliar os índices da atração beira a ingenuidade.

Sendo assim, a impressão que passa é que Silvio Santos está “cozinhando” o programa para acabar com ele de uma vez. Provavelmente, o programa não é mais a menina dos olhos do chefe, e a manobra servirá para justificar um possível fim do Fofocalizando. Depois de tanto esforço para fazer o programa engrenar, será mesmo que Silvio Santos, agora, quer minar tudo? Coisa mais esquisita.

André Santana

8 comentários:

  1. De fato as intervenções do Silvio fizeram o programa cair ainda mais embora o marasmo já tivesse tomado conta do programa. O excesso de apresentadores, o ego inflado da Lívia depois que a Mara saiu, o desconforto do Décio em estar participando daquilo e o Léo Dias agora na figura de artista não de jornalista. Destaco ainda que alguns dos problemas que haviam desaparecido com a saída de Maravilha voltaram como um falando por cima do outro e a Lívia soltando discursos toscos e sem nexo como a baiana fazia. No lugar do Silvio eu deslocava o Leão é o Leo pra fazer as vezes da Fabíola no Primeiro Impacto, a Mama pra Praça É Nossa, a Lívia apenas no PSS é a produção pra outras atrações da emissora. O Fofocalizando já dá sinais de desgaste não é de hoje.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Filippe, boas pontuações. Honestamente, me parece que deve acontecer algo nesse sentido, sim. Silvio Santos está dando sinais claros de que o Fofocalizando está na linha de tiro. Vamos ver.

      Excluir
  2. Programas com muitos apresentadores não dá certo ,será que o patrão não percebe isso
    As tardes do SBT está horrível e desgastada com o Focalizando e o péssimo dos péssimos Casos de Família

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Caio! Casos de Família é outro que está desgastadíssimo!

      Excluir
  3. Qualquer semelhança com os estertores do Vídeo Show não é mera coincidência. E aí o tio Silvio vai apelar para a Sônia Abrão outra vez com um reboot do Falando Francamente, que como já rememoramos no post passado, não deu lá muito certo no SBT, com raras exceções (minha audiência em particular...). Ideias mirabolantes à parte, parece que esse formato de programa de fofoca não é a praia do SBT, sendo mais bem sucedido na concorrência - leia-se Band, RedeTV e Gazeta. Nem mesmo na Record a Sônia emplacou, e pelo visto a praga se instalou no finado Programa da Tarde, que mesmo que a emissora do bispo faça uma nova versão, vai começar bem até cambalear e sair do ar. Lembrando que o SBT até 2002 não tinha nenhum programa vespertino aos moldes do também extinto A Casa é Sua, e dava uma boa audiência com os filmes do Cinema em Casa. A bem da verdade, acho que esse formato de programa vespertino com ênfase em noticiar a vida dos famosos já tá batido na minha modesta opinião, pois hoje temos a Internet que permite que as pessoas procurem tudo em tempo real. No começo dos anos 2000 faziam sucesso porque a Internet não era tão popular como hoje. O Fofocalizando é tipo todas as atrações que o Silvio já colocou no ar, cuja função é agradar as vontades do patrão, sem se importar se o público vai gostar ou não. Se fosse o Callegari na direção da emissora, não estaria essa bagunça toda. Tenho dito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. João Paulo, a Sonia foi melhor na Record do que no SBT, vale lembrar. Na época, ela só saiu da emissora porque a Record entrou na fase de eliminar os programas ditos "populares" e extinguiu, numa tacada só, o Sonia e Você, o Programa Raul Gil e o Cidade Alerta. Aliás, eu tenho pra mim que se, hoje, a Record tivesse a Sonia na sequência do Balanço Geral, seria uma bela arma nas tardes.

      Excluir
  4. Concordo que o excesso de apresentadores é um dos principais problemas do Fofocalizando. Não assisto o programa, nem nenhum outro do gênero, mas por que não apostar em um elenco mais enxuto como o quadro A Hora da Venenosa, da Record? Esse atropelamento de comentários prejudica um programa que, como bem disse o André, nunca foi um sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Mister Ed. E vale lembrar que o Fofocando estreou com dois apresentadores só, o Leão e a Mamma, com o intragável Homem do Saco fazendo as vezes de Louro José. Se eu fosse o diretor, deixaria ali apenas quem realmente tem a ver com fofoca.

      Excluir