quinta-feira, 25 de abril de 2019

O fim do "Tá Brincando!" e o sábado da Globo

"Prefiro sair da emissora
do que ir parar no 'É de Casa'"
Ontem, 24, o site NaTelinha noticiou que Otaviano Costa está de saída da Globo. Por conta da indefinição de uma segunda temporada do Tá Brincando!, programa que comandou no primeiro trimestre deste ano, o apresentador optou por não renovar seu contrato com a emissora. A Globo confirmou a informação, mas deixou em aberto a possibilidade de Otaviano retornar eventualmente, seja na TV Globo ou em outras plataformas do grupo. Cristina Padiglione, em sua coluna no Agora SP, afirmou que Otaviano pode ser contratado por obra, em razão de sua participação na Escolinha do Professor Raimundo.

A notícia surpreendeu, já que, a princípio, Tá Brincando! teria uma segunda temporada. Mesmo com desempenho mediano, o game show foi bem visto dentro da emissora, e, enquanto estava no ar, seu retorno no ano seguinte era praticamente certo. Porém, alguma coisa mudou e Tá Brincando! entrou na lista de indefinições da emissora. Há uma crise no ar, e a direção da Globo tem revisto vários planos e agindo com cautela em suas próximas estreias. 

Porém, numa análise fria, uma segunda temporada do Tá Brincando! não parecia uma boa ideia mesmo. Isso porque o game show, apesar da proposta simpática, tinha um formato bem fraquinho. E enjoou rápido, mesmo com uma temporada curta, de apenas nove episódios. A repetição de provas e de competidores aborrecia, assim como os gritos do apresentador, que demorou até achar o melhor tom para a apresentação. Além disso, a audiência do game também não foi lá essas coisas. 

Aliás, este horário anterior ao Caldeirão do Huck tem sido um dos mais problemáticos da grade da Globo. A faixa marcou o fim da trajetória de Xuxa no canal, quando seu TV Xuxa foi exibido ali e chegou a apanhar do Pica-Pau, da Record. Mais adiante, o Estrelas, de Angélica, passou a ocupar o horário. O programa de entrevistas ia bem às 13h45, mas viu sua audiência cair na faixa das 15 horas. Com o fim do programa, vieram o especial As Matrioskas e, depois, o musical SóTocaTop. E a audiência é sempre igual ou menor ao que o Estrelas costumava dar.

É fato que Estrelas estava cansado e merecia sair de cena. No entanto, também é fato que o projeto de transformar o horário numa faixa de programas de temporada também não emplacou. SóTocaTop exibido praticamente o ano todo é um erro, pois o musical cai na repetição logo em sua terceira semana. A audiência também não se justifica. Provavelmente, só se mantém no ar por conta dos patrocinadores, de número bem considerável. Tá Brincando! também passou em brancas nuvens por ali. Enquanto aos domingos a emissora acertou o passo com The Voice Kids, Tamanho Família, Popstar e Escolinha do Professor Raimundo, aos sábados a coisa não engrena. 

André Santana

4 comentários:

  1. Só programa ruim substituiu o Estrelas, impressionante! Queremos Angélica de volta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo! Dona Globo, bota o sofá da Angélica nas tardes de sábado! Nunca te pedimos nada! rs

      Excluir
  2. Meu voto é pelo Vídeo Show de sábado, sendo um programa muito mais abrangente do que estava sendo, uma revista cultural de fato.

    ResponderExcluir