terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

"Sai de Baixo" é a maior audiência das tardes de sábado

"E a gente ganha bem menos
que o Luciano Huck!"

Deu no Notícias da TV: no último sábado, 02, a reprise do Sai de Baixo, exibida nas tardes de sábado da Globo, deu mais audiência que os programas que vieram na sequência, os inéditos Tá Brincando e Caldeirão do Huck. Segundo o site, o humorístico marcou 12,4 pontos de média na Grande São Paulo, enquanto o programa de Luciano Huck deu 11,3. Já a atração comandada por Otaviano Costa ainda não engrenou e teve o seu pior desempenho desde a estreia, com 9,2 pontos.

Os resultados permitem várias análises. Uma delas é a de que a Globo achou o seu Chaves. Sai de Baixo foi produzido há mais de 20 anos e ainda tem um inegável apelo popular. Não por acaso, sempre foi uma das vedetes da programação do canal Viva, além de ganhar uma sobrevida nos cinemas, num longa que entra em cartaz ainda este mês. O programa de Luís Gustavo, Miguel Falabella e cia ainda agrada ao público, sem dúvidas.

No entanto, outra análise permite concluir que a programação das tardes de sábado, de maneira geral, anda bem fraquinha. Tá Brincando, por exemplo, é até divertido, mas já soa repetitivo após poucos episódios exibidos. A baixa audiência do último sábado colocou o programa de Otaviano atrás de vários outros programas que ocuparam a faixa, como o SóTocaTop, As Matrioskas e Estrelas. Sendo assim, será que Tá Brincando emplaca outra temporada mais adiante?

Enquanto isso, o Caldeirão do Huck vive uma fase pouco criativa. O programa de Luciano Huck tem como trunfos atuais apenas os games Quem Quer ser um Milionário? e The Wall, que se revezam em temporadas. No mais, todos os outros quadros são mera desculpa para explorar o assistencialismo à exaustão. Em janeiro, a coisa ficou ainda pior, já que está no ar o quadro Caldeirão ao Cubo, que revisita as “histórias emocionantes” mostradas ao longo do ano anterior. Haja paciência!

Mesmo assim, a Globo ainda é líder absoluta nas tardes de sábado. Isso porque os demais canais já não apostam tanto assim na faixa, como já fizeram. No SBT, o Programa Raul Gil já não tem a mesma força de antes. E os demais canais não exibem absolutamente nada no horário. Ou seja, o sucesso do Sai de Baixo mostra que o humorístico tem força. Mas a atração ser o programa mais visto do sábado à tarde também mostra que, 20 anos depois, não surgiu nada mais interessante.

André Santana

8 comentários:

  1. Otaviano Costa é um cara extremamente forçado ,sem graça eu acho o Marcos Mion bem melhor e mais natural e cresceu muito como animador ,tomara que volte pelo menos em temporada Legendários ,bom programa para ver c família
    Já as tardes de sábado estou aguardando o novo programa de auditório de Angélica ,talento e aceitação do público a loirinha tem ,só falta vir um bom programa ,com formato legal ,nessa faixa das 15 horas de sábado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legendários, infelizmente, não volta. Mas Mion tem um projeto de programa para ocupar o horário do extinto Programa do Porchat. Vamos ver se emplaca. Sobre Angélica, também anseio seu retorno. Mas as últimas notícias sobre seu novo programa diziam que será uma atração com entrevistas e histórias de superação. Confesso que fiquei com medo de ser mais um programa com assistencialismo barato. Vamos ver.

      Excluir
  2. O último "barulho" nas tardes de sábado que eu me lembro foi com O Melhor do Brasil, tanto na era Márcio Garcia quanto na era do 'dança, gatinho' de Rodrigo Faro. Apesar de longuíssimo, era uma opção divertida. Já disse em outro post que acho o Mion uma excelente opção para a Record investir na faixa mais sonolenta da TV TV brasileira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mion é ótimo, poderia ocupar vários horários deficientes da Record. Mas eles não enxergam isso.

      Excluir
  3. A Record teve a oportunidade de fazer uma faixa de esporte olímpico na época em que passou a Olimpíada de 2012. Mas mostraram que apenas queriam tirar os Jogos da Globo e não ligaram a mínima para o esporte nacional. Ressalto isso porque Bandeirantes e RedeTV! até passam esporte no horário, mas com parca divulgação não obtém grande audiência, coisa que a Record poderia ter conseguido, aos poucos, se criasse esse hábito nas pessoas.

    Sobre a Globo, esse cenário só reforça como o Vídeo Show ainda caberia no sábado à tarde, se fosse um programa bem feito, sem apelar para youtubers e ex-BBBs sem a menor condição e carisma para aparecer na TV.

    ResponderExcluir
  4. Eae André, essa faixa de reprises é tapa buraco desde o fim do Estrelas, heim?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade, veio antes do fim do Estrelas. A Sessão Comédia foi criada quando o Estrelas mudou de horário, passando da faixa das 14h para a faixa das 15h.

      Excluir