quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

"Encontro" no fim? Globo nega, mas a ideia não é das piores

"Alguém tem o telefone do Leo Dias?"
Na noite desta segunda-feira, 11, o TV Fama, da RedeTV, noticiou que fontes ligadas à Globo asseguravam que o Encontro com Fátima Bernardes chegaria ao fim. Segundo a nota, a ideia era que Fátima Bernardes ganhasse um novo programa, à tarde, enquanto a nova atração de Fernanda Gentil substituiria o Encontro no final das manhãs da emissora. Consultada, a Globo negou veementemente que o Encontro chegará ao fim.

Trata-se de mais um dentre tantos boatos que cercam a programação 2019 da Globo. Com o fim do Vídeo Show e a iminente estreia de Fernanda Gentil, o que não faltam são especulações sobre como ficará a grade diária do canal com este novo cenário. A emissora tem feito silêncio sobre o assunto, se limitando a dizer que vários projetos estão em discussão. Enquanto isso, já especularam que Fernanda Gentil teria um programa à tarde; que o Mais Você iria para as tardes; que o Encontro iria para as tardes; enfim. 

Dentre todos estes boatos, má ideia seria trocar qualquer matinal de horário. Mais Você está consolidado nas manhãs, e não faria sentido mudá-lo para as tardes. Já o Encontro foi formatado para as manhãs e dificilmente emplacaria à tarde, tendo em vista que até de manhã a atração já não garante a liderança de audiência para a Globo. No entanto, a hipótese de extinguir o Encontro e pensar numa nova atração para que Fátima Bernardes comande à tarde já não seria tão ruim, embora seja muito improvável.

Isso porque o Encontro com Fátima Bernardes, embora não seja necessariamente ruim, está numa fase um tanto cansativa. Os assuntos debatidos no sofá de Fátima andam bem repetitivos, superficiais e raramente saem do lugar-comum. Ao mesmo tempo, um programa que mesclasse entretenimento e jornalismo parece ser uma boa solução para as tardes da Globo. Algo semelhante ao Estúdio I, da GloboNews, ou próximo aos programas matinais estadunidenses (que inspiraram o extinto Tudo a Ver, da Record, por exemplo). E Fátima Bernardes seria o nome ideal para comandá-lo, afinal, ela já tem o traquejo de uma apresentadora de entretenimento, mas também o estofo do jornalismo, com a experiência acumulada de anos em bancadas de telejornal. 

Ou seja, simplesmente trocar o Encontro de horário seria uma bela bola fora. Mas pensar num novo programa para Fátima que fosse capaz de segurar as tardes da emissora não seria de todo ruim. No entanto, como dito acima, me parece uma hipótese muito pouco provável. Ainda me parece mais lógico que a direção da Globo opte por manter as manhãs como estão e aproveite Fernanda Gentil no novo projeto das tardes. Mas, enquanto a Globo não confirma nada, seguimos acompanhando as especulações. Está divertido de ver.

André Santana

8 comentários:

  1. A trinca Mais Voce, Bem Estar e Encontro, independente de audiencia baixa ou nao, esta garatidissima. O trio tem retorno financeiro, tanto que a segunda, que teria mais chance de sair do ar, Daniel Castro disse que tem fila de anunciantes.
    A gente da importancia demais na audiencia e nao eh bem assim gente. Amaury Jr e Catia Fonseca tem numeros baixos mas independente disso eles sempre tem patrocinios e mershan garantidos. Adriane Galisteu eh outra que nao tem audiencia mas tem patrocinio, sempre. Com Jo Soares era assim. Logico, se um produto tiver audiencia, patrocinio, prestigio e boa repercussao nas redes sociais, eh o melhor dos mundos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daniel! Sim, tem razão, audiência não é tudo. Mas a gente sabe que, na Globo, liderança de audiência é algo sério. Se um programa perder a liderança, corre riscos, como aconteceu com o Vídeo Show. Mas, no caso da trinca, a audiência deles também não é ruim. Nenhum destes programas está em crise, por isso, não creio que a emissora mudará algum deles de horário.

      Excluir
  2. A Fátima Bernardes tem enfrentado uma rejeição muito grande pelas pautas abordadas no seu programa e até pela vida pessoal dela. Mas como disse o Daniel e você colocou bem no texto, o programa se paga e ainda tem boa repercussão. Trocar simplesmente de horário apenas seria um "cobertor curto" da Globo que também não tem a certeza de que o possível programa da Fernanda Gentil dará certo, até porque essa moça, ao contrário da Fátima, tem muito cartaz, mas ainda não fez algo realmente notável na TV, pelo menos na minha opinião. Pode vir a ser um sucesso, mas ainda não me chamou a atenção.

    A ideia mais lógica seria dar um programa para a Gentil nos sábados, "testando-a" por ali para ver como se sairia, e depois sim colocá-la diariamente, e caso realmente quisessem mudar a Fátima de horário, fazer o que o André sugeriu; um programa mais amplo à tarde, com mais jornalismo. Na parte da manhã, já até disse aqui, poderiam simplesmente aumentar os programas locais, o Globo Esporte e o JH. E nem precisariam diminuir o Bom Dia Brasil como fizeram para aumentar a "encheção de linguiça" do Hora 1.

    O duro agora vai ser aguentar os possíveis "órfãos" da Sessão da Tarde, assim como já existem os da TV Globinho,rs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alexandre, eu concordo com você. Eu gosto da Fernanda, acho ela ótima e muito simpática, mas temo que a emissora, no afã de encaixá-la no entretenimento, possa fazer com que ela dê um passo maior que a perna. Ela é ótima, mas ainda não tem a projeção que Fátima Bernardes tinha quando deixou o jornalismo, por exemplo. Mas, como eu gosto dela, fico torcendo pra que seu projeto seja algo realmente bom, e não mais do mesmo.

      Excluir
  3. Eu acho o Encontro um porre. Pautas repetitivas, como disse o André, convidados demais que quase não conseguem falar. O ideal seria que o programa fosse um talk show matinal, de fato, que aproveitasse o vasto elenco da Globo. Assim, Fátima Bernardes poderia ser a Oprah Winfrey brasileira, título que ganhou quando migrou do jornalismo para o entretenimento mas que nunca fez jus.

    Acredito que nada vai mudar nas manhãs da Globo. Creio que Fernanda Gentil deve ocupar o espaço do Álbum da Grande Família e a cansada Sessão da Tarde deve manter-se no ar.

    Não acho que a Globo repita um programa que já exista na GloboNews, caso do Estúdio I, na TV aberta. Acho até que a Record ou a Band poderiam fazer algo nesses moldes pra valorizar suas tardes, mas são burras e preguiçosas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Mister Ed, eu concordo com você. Não creio que as manhãs da Globo sofrerão grandes mudanças.

      Excluir
  4. Fátima é uma grande profissional ,mais ter um programa de debates diário chefe uma hora que cansa o público
    Os telespectadores gostam e buscam boas novidades na tv

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sempre gostei do Encontro, mas ele anda me cansando. Parece que não sai do lugar, sempre com os mesmos assuntos de sempre.

      Excluir