quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Apesar da baixa audiência, "O Sétimo Guardião" é aprovada nos grupos de discussão

"Miau!"
Apesar de parecerem cada vez mais antiquados, os grupos de discussão ainda são uma ferramenta de avaliação de novelas que a direção da Globo leva a sério. Passados alguns capítulos de qualquer nova novela, o canal reúne pessoas para opinar sobre a produção, no intuito de descobrir o que está e o que não está funcionando na trama em questão. O Sétimo Guardião, o mais recente folhetim a estrear, foi avaliado recentemente. E o grupo, no geral, gosta da novela, apesar de a audiência não estar lá essas coisas.

Segundo o site Telepadi, da jornalista Cristina Padiglione, o grupo apontou vários pontos positivos da novela. O realismo fantástico da obra de Aguinaldo Silva foi bem avaliado, assim como o a trama do delegado Machado (Milhem Cortaz), que tem fetiche por calcinhas. O casal principal, Luz (Marina Ruy Barbosa) e Gabriel (Bruno Gagliasso) foi aprovado por espectadores mais velhos, mas não muito pelos jovens. O público também espera que a vilã Valentina Marsalla (Lília Cabral) aja mais. Mas a unanimidade foi o gato León, adorado pelo público em geral.

Por outro lado, os elementos de terror que aparecem em O Sétimo Guardião, sobretudo nos capítulos iniciais, não foram bem-aceitos pelos espectadores. Ou seja, o público aprova a fantasia, mas não se sente à vontade com cenas de mocinhos ensanguentados e mãos que surgem de uma xícara de café. Mas, no geral, a novela foi aprovada pelo grupo. Assim, a direção da emissora precisa, então, buscar mais explicações e análises para entender a baixa audiência da produção, já que não foi constatada uma rejeição à história.

Isso é bom. Com a aprovação dos grupos de discussão, é bem pouco provável que a direção da emissora faça grandes intervenções no andamento de O Sétimo Guardião. Afinal, quando uma novela passa por este tipo de reforma, é bem comum que ela se desconfigure inteira, mas, mesmo assim, não consiga elevar os índices de audiência. Babilônia é o exemplo mais significativo neste sentido, mas outras novelas também passaram por mudanças que não deram resultado, como A Lei do Amor.

Particularmente, acho O Sétimo Guardião uma boa novela. É uma trama que tem uma pegada diferente de suas antecessoras e, por isso, traz um respiro mais do que necessário à faixa. Por outro lado, ela resgata elementos de novelas mais tradicionais. Ela tem núcleos bem definidos, uma estrutura mais amarradinha e um ritmo mais cadenciado e menos “clipado”. Provavelmente por isso ela deve atrair um público mais velho e tradicional, enquanto causa certa estranheza entre os jovens. Porém, é bem provável que a história engrene naturalmente, sobretudo quando a trama ficar mais clara. E, claro, depois de passadas as festas de fim de ano. Afinal, é preciso considerar que O Sétimo Guardião estreou numa época do ano bastante complicada.

André Santana

2 comentários:

  1. As novelas da globo nao andam numa fase muito boa. ..esse tinha tudo para ser interessante mais a história parece norma,lenta ela personagens são meio chatos..o segredo da fonte tisoa ja sabem
    ..as novela precisam voltar a ter personagens carismáticos ..mfalta uma maria altiva ou Nazaré a trama..humor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu creio que o humor tende a aumentar. Ainda gosto desta novela. Vamos ver!

      Excluir