quinta-feira, 18 de outubro de 2018

"Belíssima" repete fraco desempenho de "Celebridade", mas é poupada de cortes

"E os biscoitinhos?"

Não é novidade para ninguém que eu gosto muito de Belíssima. No entanto, nunca acreditei que a trama de Silvio de Abreu fosse um bom cartaz para o Vale a Pena Ver de Novo. Como comentei aqui na época em que seu retorno foi anunciado, a novela parece pesada para o público da tarde. Além disso, é um thriller policial, muito calcado em seus inúmeros mistérios. Mistérios estes que não são mais segredo pra ninguém, afinal, trata-se de uma reprise.

E os números da tarde mostram que a escolha realmente não agradou os espectadores da faixa de reprises da Globo. Belíssima vem girando em torno dos 12 pontos no Ibope, algo próximo (ou ligeiramente abaixo) do desempenho de Celebridade, trama que a antecedeu. O que não é nenhuma surpresa: se Celebridade, considerada um clássico recente, não emplacou, o que dizer de sua contemporânea Belíssima, que fez sucesso, mas não chegou a se tornar cult?

Entretanto, ao contrário de Celebridade, Belíssima vem sendo poupada de cortes drásticos até aqui. A trama de Gilberto Braga, por não atingir as expectativas do horário, foi retalhada sem dó nem piedade, ao ponto de tramas paralelas inteiras terem sido jogadas para escanteio. Já a história sobre as maldades de Bia Falcão (Fernanda Montenegro) vem sendo exibida praticamente na íntegra, apenas com os cortes necessários para readequá-la ao horário.

Obviamente, esta diferença de tratamento entre as tramas tem pegado mal. Afinal, Belíssima é assinada por Silvio de Abreu, que hoje responde pela teledramaturgia diária da emissora. Estaria, então, o autor poupando seu próprio trabalho? Particularmente, acho pouco provável. A Globo não manteria um produto que não atende suas expectativas no ar apenas para massagear o ego de um de seus diretores, por mais importante que ele seja. Silvio de Abreu é o mandachuva da dramaturgia, mas ele tem um chefe também. Sendo assim, provavelmente, Belíssima vem sendo poupada por outras questões, como a época do ano ou a indefinição sobre sua substituta.

Aliás, ainda não se tem uma confirmação sobre a próxima novela do Vale a Pena Ver de Novo. Recentemente, a atriz Regiane Alves publicou uma mensagem dando a entender que Beleza Pura poderia retornar. Mas a própria atriz, que foi a mocinha Joana na trama de 2008, negou que tinha alguma informação a respeito. Ela disse que apenas torcia pelo retorno.

Beleza Pura foi a única novela assinada pela saudosa Andrea Maltarolli. Não foi um sucesso, mas caiu nas graças da crítica por ser uma história leve e com boas sacadas. Hoje, ela é lembrada pela personagem Rakelli, que consagrou Isis Valverde, e também pelo grito “eu sou rica!”, disparado por Norma, a vilã de Carolina Ferraz. A trama também revelou Rafael Cardoso, hoje um dos principais galãs da Globo, em cartaz na novela Espelho da Vida. Sem dúvidas, seria bem adequada para a faixa, embora tenha tido desempenho apenas mediano no Ibope. Vamos ver o que acontece.

André Santana

10 comentários:

  1. Acho muito dificil a escolha de Beleza Pura justamente por ter Carolina Ferraz como uma das protagonistas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas Carolina está em Belíssima. Será que vão bani-la da história do canal? Eu gostei muito de Beleza Pura, mas não arrisco um palpite se ia dar certo à tarde ou não. Vamos aguardar.

      Excluir
  2. Acredito que o pessoal da tarde quer ver as clássicas da tarde mesmo
    Chocolate com pimenta ,alma gêmea ou seja novelas mais leves
    Confesso que achava melhor qdo o vale a pena era exibido as 14 45 ,acho que as 17 fica muita novela na sequência

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu AMO Chocolate com Pimenta, mas a novela já foi exibida três vezes. Poderia vir uma "reprise inédita".

      Excluir
    2. A padroeira do Waldir nunca foi repetida. .não foi um sucesso mas tem tanto tempo que seria quase inédito tem ainda kubanacan. ..não sei se volta porque o aitor saiu da emissora

      Excluir
  3. Lembro com carinho de Beleza Pura, podia ser ela, saudades também de A viagem. Eu estou vendo Belíssima pela primeira vez, dá um banho em Segundo Sol, por exemplo, mas não consigo achá-la empolgante, mas o ideal é levarem até janeiro, pelo menos. Mas que está precisando de uma agilizada está. O bom dela é que há personagem legais, bem carismáticos o que há torna agradável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Belíssima tem uma narrativa mais tradicional, por isso parece um pouco mais "estática", diferente da agilidade de hoje em dia. Mas a trama é muito bem construída, eu gosto bastante!

      Excluir
    2. Contar uma questão pessoal: minha mãe 62 anos e avó 86 anos amam Belíssima não perdem um capítulo adoram a história, já celebridade raramente assistiam ou seja é bem isso que vc falou Belíssima é tradicional agrada o noveleiro raiz e não agrada a geração atual que curti velocidade de série.

      Excluir
  4. Chama a atenção como as reprises hoje na atração são de novelas relativamente recentes. Pena não ousarem e colocar novelas mais antigas na faixa. Claro que hoje existe o Viva que faz esse papel, mas chama a atenção como fazem essas escolhas.

    ResponderExcluir