quinta-feira, 2 de agosto de 2018

História da TV: Nos 25 anos do "Bom Dia & Cia", relembre a estreia do programa

"Porque quase ninguém tinha
computador no início dos anos 1990!"
Hoje, 02 de agosto de 2018, o infantil Bom Dia & Cia completa 25 anos no ar. O mais longevo (e único) programa infantil dentre os principais canais abertos brasileiros é atualmente apresentado por Silvia Abravanel e aposta, basicamente, em jogos por telefone. Bem diferente da proposta original, mais educativa, que estreou sob o comando da apresentadora Eliana.

Eliana foi contratada pelo SBT em 1991. Ela caiu nas graças de Silvio Santos durante uma participação do Banana Split, grupo musical do qual fazia parte, no Qual É a Música?. A ela foi oferecido o comando do Festolândia, um infantil de auditório que seguia a fórmula clássica do segmento na época: crianças, brincadeiras, música e desenho animado. Mas o programa não deu certo, e Eliana acabou deslocada para a Sessão Desenho, cuja única função era chamar desenhos animados. Em 1993, no entanto, a sorte sorriu para a loirinha: Nilson Travesso, então diretor artístico do SBT, resolve apostar nela novamente e cria o Bom Dia & Cia.

Em entrevista recente ao jornalista Mauricio Stycer, do UOL, Eliana contou como foi que Travesso formatou o Bom Dia & Cia. Ela disse que a ideia do diretor era ir na contramão do que era feito nos infantis da época. Enquanto Xuxa, Angélica e Mara Maravilha tinham seus espaços rodeados de crianças e eram quase princesas inatingíveis, Eliana seria a “irmã mais velha”. Com um cenário mais intimista e trajes mais lúdicos, ela falaria diretamente para o público de casa, sem auditório, e teria um conteúdo mais didático.

Assim nasceu o Bom Dia & Cia. Naquele 02 de agosto de 1993, Eliana entrava cantando pela primeira vez num cenário em tons amarelos que simulava uma casa. Ali, ela ocupava uma mesa, onde conversava diretamente com o espectador e tinha a companhia do computador Flitz. Entre um desenho e outro, Eliana aparecia conversando com Flitz, que trazia curiosidades gerais e ensinava noções de ciência, higiene, língua portuguesa, números e cores. Ela também ensinava a fazer brinquedos de sucata com objetos simples e a indefectível “tesoura sem ponta”. 

A “casa” do Bom Dia & Cia também tinha um ambiente com uma mesa de café da manhã, onde Eliana recebia convidados. Todos os dias, artistas do SBT e cantores visitavam a apresentadora para um bate-papo descontraído. Na estreia, Eliana recebeu justamente Angélica, que se preparava para estrear sua Casa da Angélica nas tardes do SBT uma semana depois. A entrevista começa com Eliana nervosa por receber a colega, e quando ouve o som de um carro que se aproxima, Flitz dispara: “deve ser ela, ela sempre vem de táxi!”. 

Com o sucesso do programa, Bom Dia & Cia foi crescendo com o passar dos anos. A “casa” ganhou novos ambientes, incluindo uma área externa, e novos bonecos que contracenavam com Eliana, como Bizuca, Recicleia e o monstrinho Melocoton, que se tornou um sucesso. Em 1997, Bom Dia & Cia mudou de nome para Eliana & Cia. Voltou ao título original em 1998, quando Eliana deixou o programa e foi substituída por Jackeline Petkovic. De lá para cá, o Bom Dia & Cia passou por várias fases e teve vários apresentadores, e se tornou uma grife da emissora. Hoje, é praticamente um "herói da resistência", por se manter firme num contexto onde programas infantis não têm vez.

Relembre a visita de Angélica na estreia do Bom Dia & Cia:



André Santana

5 comentários:

  1. Eliana tem gênio forte nos bastidores ,não gosta de dividir espaços com outras apresentadoras em seu programa
    Nos anos 90 as apresentadoras infantis Mariane e Jack sabem disso
    Nos últimos anos TB atrapalhou a volta de Galisteu ao SBT
    Quiz voltar o mais rapido possível de sua segunda licença maternidade e olha que foi de risco ,pois teve medo da simpatia da herdeira de Silvio Santos a Patrícia Abravanel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ser que Eliana tenha um gênio forte, mas muito do que foi dito em algumas destas situações foram fofoca. A demissão de Mariane não tem nada a ver com Eliana. E também não acredito na história que Eliana não aceitou dividir o Bom Dia e Cia com a Jacky. Jacky foi escalada justamente porque Eliana deixou o SBT. O programa tinha o nome da Eliana, era Eliana & Cia, não fazia o menor sentido Jacky entrar ali.

      Excluir
  2. Que encontro histórico hein !
    Até hoje existem poucos históricos das 2 apresentadoras juntas ! Confesso ser fã da Angélica mesmo rs
    O mais engraçado era o Bom dia e Cia ter formato de uma casa nessa época ,porém a Casa da Angélica que levava o casa no nome kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! Aliás, porque será que Casa da Angélica se chamava Casa da Angélica? Nunca saberemos, rs! Lembro que, quando Eliana foi para a Record, o primeiro nome cogitado para o programa dela era Casa da Eliana, já que o cenário também imitava uma casa, tal qual o Bom Dia & Cia. Mas depois mudou pra Eliana & Alegria, acho que para aproveitar o mesmo tema de abertura do Eliana & Cia, apenas mudando um verso. Sobre Eliana e Angélica, acho que foi a única vez que apareceram juntas, não? O mais legal é que, anos depois, elas travaram uma batalha bem intensa de audiência, quando o Eliana & Alegria começou a bater o Angel Mix. Bons tempos...

      Excluir
  3. Amava o Eliana & Alegria, principalmente a fase em que ela contava com o Chiquinho como assistente. Sem dúvidas, um dos melhores infantis da TV.

    ResponderExcluir