terça-feira, 31 de julho de 2018

Game shows estão na ordem do dia na Globo

"Tô voltando às origens, galera!"
Quando saiu a notícia de que Otaviano Costa estava deixando o Vídeo Show para assumir uma nova atração na Globo, logo pipocaram informações sobre o que seria este novo projeto. A Globo não confirma, mas a informação que corre por aí é a de que será um game que confrontará diferentes gerações. O novo programa deve estrear apenas em janeiro de 2019, nas tardes de sábado, horário em que atualmente é exibido o SóTocaTop.

Paralelamente, surgiu a notícia de que a emissora também estaria preparando um novo game para as noites de quinta-feira. Segundo Flavio Ricco, colunista do UOL, esta nova atração seria um quiz show no qual dois grupos responderiam questões sobre uma determinada década. Por exemplo, um time responderia sobre os anos 1960, e outro sobre os anos 1970. Não há apresentador confirmado para a nova missão, mas Ricco afirmou que o programa pode estrear ainda este ano.

Depois disso, mais um game show surgiu dentre as informações sobre a programação da Globo. Há duas semanas, a colunista Carla Bittencourt, do jornal Extra, afirmou que a emissora trabalhava sigilosamente num projeto de novo game que seria apresentado por Angélica. Segundo Carla, a ideia é fazer algo nos moldes do Passa ou Repassa, que a apresentadora comandou no SBT entre 1995 e 1996, e que, na época, era uma gincana entre estudantes de Ensino Médio. Ou seja, seria uma nova disputa entre colégios. Atualmente, o Passa ou Repassa é um quadro do Domingo Legal e traz famosos na competição. Ainda segundo Carla, este novo game poderia ser exibido tanto nas tardes de sábado quanto domingo.

Sem dúvidas, seria um bom projeto para Angélica. Como já dito aqui várias vezes, a apresentadora é uma exímia comandante de games. Não por acaso, dois dos programas mais expressivos de sua carreira foram game shows. Foi o sucesso do Passa ou Repassa no SBT que levou Angélica a ser contratada pela Globo em 1996. E foi com o Vídeo Game, do Vídeo Show, que a loira fez uma bem-sucedida transição de público, quando deixou os programas infantis. Vídeo Game foi o segundo programa mais longo da carreira da apresentadora, ficando no ar por 10 anos, apenas dois anos a menos que o Estrelas, extinto em 2018. Além disso, a existência deste projeto sinaliza que Angélica terá seu contrato renovado com a emissora. O atual compromisso será encerrado no mês que vem.

Tudo ainda está na base de informações de bastidores, mas é interessante esta movimentação. Significa que a Globo anda valorizando formatos no estilo game show, coisa que costumava fazer esporadicamente. E o investimento vem numa boa hora, afinal, games são relativamente baratos e costumam agradar um público variado. O sucesso do Tamanho Família e dos quadros The Wall e Quem Quer Ser um Milionário?, do Caldeirão do Huck, mostra que o formato nunca envelhece. 

André Santana

9 comentários:

  1. Por que a sonsa da Record não bola um game show pro Gugu, outro midas do gênero na TV? É de dar dó ter que vê-lo apresentar algo como Power Couple.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, Ed! O Gugu também é ótimo fazendo games! Até pouco tempo atrás, eles tinham o direito do Name That Tune, o Qual É a Música, que virou o Jogo da Música no antigo Programa do Gugu aos domingos. Podiam retomá-lo.

      Excluir
  2. Torço pra Angélica voltar à TV pois ela sabe muito apresentar esse tipo de programa e reforçando o comentário do Ed a Record conseguiu transformar o Gugu que passou de animador de auditório que um dia foi apontado como sucessor de Silvio Santos à apresentador de realitys sem graça como esse Power Couple.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, como o antigo do programa do Gugu estava muito ruim, eu até acho que os atuais realities dele foram um ganho. Mas sim, a Record podia trazer um game bem legal pro Gugu comandar. Aliás, a Record já teve game shows interessantes e que davam audiência, como o Roleta Russa e O Jogador.

      Excluir
    2. Concordo, Kleber e André, Gugu virou um mero apresentador de realities. A Record pecou em dar a Gugu o mesmo programa que ele apresentou em seus últimos anos de SBT. Por que não resgatar o Gugu da época em que ganhava do Faustão, com brincadeiras, musicais, entrevistas internacionais, etc? Em tempo, adorava O Jogador, ótimo game.

      Excluir
  3. Boa notícia ! Angélica merece essa oportunidade ,tenho ctz num bom formato será um sucesso ! É uma grande comunicadora de auditório ,vamos aguardar !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou sempre torcendo por ela! Vamos ver o que acontece!

      Excluir
  4. Olá! Adoro game shows, porém, temo que as gerações atuais não aceitem este formato. Acredito ser uma aposta arriscada. Grande abraço, André.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruno! Acho que aceitam, sim! The Wall e Quem Quer Ser um Milionário? estão indo bem na Globo, Roda a Roda também vai bem no SBT... creio que é um formato que não envelhece.

      Excluir