sábado, 2 de junho de 2018

"Denúncia Urgente": RedeTV atirou no que viu e acertou no que não viu

"Manda um zap ae!"

Na eterna dúvida entre exibir programas próprios ou vender horários a terceiros, a RedeTV já promoveu uma série de mudanças, estreias e reestreias na faixa das 18 horas de sua programação diária. Buscando um programa capaz de alavancar a audiência do RedeTV News, o canal já programou desenhos, jornalísticos e humorísticos, que passaram pelo horário sem dizer a que vieram. Até mesmo uma segunda edição do A Tarde É Sua chegou a ser exibida, mas durou apenas uma semana.

Dentre tantas tentativas, o único destaque que a emissora obteve no horário foi a reprise do Operação de Risco, programa policial exibido nas noites de sábado. Mas, mesmo com o bom resultado, o repeteco de Operação de Risco foi rifado em razão da venda de horário para terceiros. Voltou um bom tempo depois, e novamente registrando índices satisfatórios. E, enxergando o potencial da atração, a direção da RedeTV teve a boa ideia de exibir programetes informativos dentro da reprise, ampliando o espaço do jornalismo. Silvio Luiz passou a comandar os boletins esportivos, enquanto o repórter Edie Polo passou a comandar o Edie Zap, um espaço para denúncias baseadas em vídeos de whatsapp. E assim, sem muito planejamento, descobriram uma verdadeira “mina de ouro”. Em razão dos boletins, a audiência do Operação de Risco cresceu, chamando a atenção da direção da emissora.

Por conta disso, desde a última segunda-feira, 28, os dois segmentos “ao vivo” do Operação de Risco se tornaram programas independentes. Surgiu assim o Denúncia Urgente, uma ampliação do Edie Zap, trazendo Edie Polo comentando os vídeos e as denúncias recebidas, sempre num tom acima. Numa mistura inusitada de programa policial e humor, abusando de legendas “engraçadinhas”, o Denúncia Urgente parece um jornal feito pela equipe do Encrenca.

Não se trata de uma ideia nova da RedeTV. Denúncia Urgente bebe da fonte do clássico 190 Urgente, programa policial da CNT que projetou Ratinho. O atual apresentador do SBT aparecia numa bancada com um cassetete na mão, comentando as notícias policiais. Sempre esbravejando, Ratinho criou o tipo engraçado rabugento que o consagrou. Não por acaso, 190 Urgente foi um dos poucos programas de destaque na história da combalida CNT.

Pois Edie Polo surfa na mesma ideia. Ele esbraveja, faz piada e chama bandido de vagabundo, chegando até a segurar um cassetete na mão, tal e qual Ratinho fazia. A diferença é que a RedeTV conseguiu baratear a fórmula, já que Denúncia Urgente praticamente não tem equipe de reportagem, pois é feito basicamente de vídeos de celular e um apresentador onipresente. E é aí que mora o perigo: a atração abusa da música de efeito e da gritaria, soando como uma ode à violência.

 Misturar violência, denúncia e humor é uma fórmula de gosto duvidosíssimo. Mas, sem dúvidas, trata-se de um formato que tem seu público. A RedeTV atirou no que viu, mas acertou mesmo no que não viu.

André Santana

6 comentários:

  1. Além do Povo na TV nos anos 80 e do Aqui Agora, é sempre bom lembrar que quem criou esse estilo foi o Alborghetti na CNT/Gazeta no começo dos anos 90. O Ratinho se apropriou dele quando o Alborghetti saiu para ser deputado e perdeu lugar em rede nacional, além de ter xingado o então governador de SP, Fleury, ao vivo.
    O roedor também foi esperto ao ser menos ácido em alguns momentos desse estilo teatral e não criticar diretamente autoridades quando esbravejava.

    Sobre o programa em questão, é bom lembrar que o sucesso também é mais em redes sociais, com os letreiros que são criados de propósito para virarem memes. Em termos de jornalismo é algo grotesco, ao valorizar que qualquer um pode denunciar por uma imagem de telefone que, às vezes, pode não ser uma prova de crime. Infelizmente o estilo "Balanço Geral" que institucionalizou esse tipo de jornalismo cria filhos também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem lembrado, Alexandre! Falha minha não ter incluído Alborghetti no texto, foi ele o pioneiro no estilo. Ratinho o sucedeu e se tornou popular, e o resto é história. E concordo contigo que é perigoso fazer jornalismo baseado em denúncias de whatsapp. Espero que haja um mínimo de checagem nestes vídeos.

      Excluir
  2. Olá, tudo bem? Vc resgatou uma pérola da RedeTV! no post anterior. Confesso que não lembro do pgm da Sula. Também já comentei sobre o Denúncia Urgente no meu blog. Com um abraço do tiozão kkkkkk.. Abs, Fabio www.blogfabiotv.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu assistia o programa da Sula! Ahahaha! Adoro desenterrar essas coisas.. Abraço!

      Excluir
  3. Pra quem assistia a CNT direto do Paraná a programação era lotada desses programas tanto na hora do almoço como no final de tarde
    Já quem sintoniza pela Gazeta era bem menos ,pois tinha mais programas de culinária na emissora paulista
    Na CNT tinha um programa chamado cadeia local ,o cenário era muito ruim kkk uma imitação de cadeia feita com papelão e tinha um boneco que falava kkkk , o apresentador era um senhor de idade chamado canário Augusto
    A CNT era bem brega ,mais pelo menos tinha uma cara própria ,hoje é uma rede inexistente e o ministério público não faz nada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu assistia a CNT "raiz", kkkk! Já foi uma emissora, hoje é um monte de sucata.

      Excluir