terça-feira, 3 de outubro de 2017

Band tenta de novo com "Exathlon Brasil", mas ainda não chegou lá

Há anos refém do MasterChef, a Band não desiste de tentar emplacar uma nova atração em sua linha de shows. Mas, ao que tudo indica, a coisa só vai para a frente quando tem cozinha no meio, já que Pesadelo na Cozinha foi a mais bem-sucedida dentre as experiências realizadas nos últimos anos. X Factor Brasil e À Primeira Vista não chegaram lá e, ao que tudo indica, Exathlon Brasil, a mais nova aposta do canal, vai pelo mesmo caminho.

Apresentado por Luís Ernesto Lacombe, mais um jornalista a cruzar a fronteira do entretenimento, o programa reúne atletas famosos e anônimos numa grande competição. Divididos em dois times, Heróis e Guerreiros, os participantes se enfrentam em provas de resistência física e, ainda, precisam lidar com várias restrições, como o fato de apenas um grupo poder descansar num alojamento, e pouca comida. Os participantes são Alline Calandrini, Ana Tapajós, Betina Schmidt, Carolina Almeida, Giba, Jorge Goston, Juliana Findikoglu, Kauane Ribeiro, Marcel Stürmer, Maurren Maggi, Miguel Benedetti, Nick Pirola, Nina Monteiro, Pedro Scooby, Renato Nicoli, Ricardo Barbato, Rodrigo West, Sul Rosa, Vance Poubel e Daniele Hypolito.

Apesar da boa proposta, Exathlon Brasil não consegue entregar toda a emoção que promete. As edições exibidas na linha de shows, às segundas e quintas às 22h30, pecam pela edição arrastada e sem ritmo, dedicando longos minutos aos mínimos detalhes das provas mostradas. Além disso, Exathlon Brasil conta com uma edição diária, na faixa das 20h20, que também parece injustificada, pois vive de mostrar “melhores momentos”, mas com uma edição confusa e sem ordem cronológica. Na noite de ontem, 02, por exemplo, a edição diária mostrou a eliminação de Daniele Hypolito, mas, em seguida, mostrou outras provas com a presença dela. Ficou estranho.

Além disso, é questionável a decisão da Band de interromper sua faixa de novelas turcas para exibir Exathlon Brasil. Justiça seja feita, a audiência no horário das 20h20 subiu, já que o reality chega a registrar 2,5 pontos no Ibope, enquanto a reprise de Mil e uma Noites dava 2 pontos. Mesmo assim, sabe-se que uma faixa de novelas sobrevive do hábito do espectador, e a emissora, acertadamente, vinha alimentando tal hábito há dois anos. Agora, interrompeu bruscamente. Já a edição noturna das segundas e quintas patina entre 1 e 2 pontos, resultado que não justifica o alto investimento.

Até aqui, a maior qualidade de Exathlon Brasil é justamente seu apresentador. Luís Ernesto Lacombe, após tantos anos no jornalismo esportivo, surge à vontade e parece em casa liderando as competições do programa. O fato de Exathlon Brasil ser uma competição bastante voltada ao esporte, e tendo atletas como participantes, ajuda Lacombe a se colocar em seu habitat natural. Está muito bem. No mais, Exathlon Brasil pode melhorar.

O TELE-VISÃO virou livro! Compre agora! CLIQUE AQUI: http://bit.ly/2aaDH4h


André Santana

6 comentários:

  1. Realmente, assisti por esses dias e não entendi nada.

    ResponderExcluir
  2. A audiência está boa no horário da novelas turcas , ontem Exathlon deu 3,1 de média.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem razão, a audiência da edição das 20h20 está boa para os padrões da emissora, embora ainda me pareça pouco tendo em vista a grandiosidade do programa. O ruim da versão diária do programa é a edição sem sentido.

      Excluir
  3. Uma pena pois esses realitys são bem interessantes no Discovery há vários bem atraentes
    A Band até que está tentando trazer novidades ,falta conteúdo , organização e melhor desenvolvimento de suas ideias ! O que chama atenção que a emissora é uma das mais antigas redes ,me parecem que querem tirar o atual diretor de programação ,espero que escolhem desta vez alguém que entenda de tv

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Band é um canal antiquíssimo e nunca aprendeu a fazer TV. Seu comando sempre tem ideias meio malucas, que está na cara que não vai dar certo, e mesmo assim eles investem. Não era o momento de fazer um programa caro desses, era? Vai entender...

      Excluir