sábado, 9 de maio de 2020

"Conversa com Bial" retorna com entrevistas à distância


O bom desempenho do Encontro com Fátima Bernardes, matinal que vem fazendo uso de videoconferências para manter suas entrevistas em tempo de pandemia, deve ter animado a direção da Globo a seguir apostando em entrevistas remotas. O Conversa com Bial, talk show que estava suspenso durante o período da quarentena, voltará ao ar no próximo dia 16 de maio, também com o formato adaptado.

O programa de Pedro Bial, neste momento crítico da quarentena, será feito também por meio de lives. O apresentador comandará entrevistas de sua casa, com o convidado do dia sendo entrevistado da casa dele, por meio de videoconferência. Nesta nova fase, Conversa com Bial será um pouco menor, com meia hora de duração, mas deve manter a sua principal característica, que é oferecer uma boa entrevista no fim de noite da Globo.

Neste momento em que as produções de entretenimento são escassas, qualquer tentativa de fazer algo novo, adaptado ao período, vale a pena. Conversa com Bial é um programa de produção caprichada, com cenários, banda e plateia compondo um ambiente agradável para um bate-papo. Mas a sua grande atração é mesmo o convidado e a entrevista feita por Bial. E isso pode ser feito à distância. Ou seja, o programa não perderá sua essência. E, arrisco dizer, pode se tornar ainda mais interessante, já que não haverá qualquer “distração” para a conversa.

O fato de o Encontro com Fátima Bernardes estar funcionando bem com este formato atual mostra que é sim, possível, fazer um entretenimento de qualidade, mesmo com as limitações atuais. Os recursos tecnológicos e a criatividade dos diretores e produtores de TV estão aí mesmo para serem usadas e abusadas. Aliás, outro programa que fez um bom uso de entrevistas remotas recentemente foi o Caldeirão do Huck. Até aqui, o programa de Luciano Huck era o menos afetado das produções da Globo, já que tinha (e ainda tem) muito material de gaveta. Mesmo assim, a atração apostou numa versão “online” do quadro Gonga La Gonga, com Luciano em casa, cada jurado em sua casa e o competidor na casa dele. E funcionou. A Globo podia se animar e pensar em formatos remotos para serem implantados também no Altas Horas e Domingão do Faustão.

E vale lembrar que outras emissoras já vinham apostando nos skypes da vida antes da Globo aderir. A Band, há mais de um mês, realiza o Melhor da Tarde com Cátia Fonseca de sua casa, conversando com seus convidados por videochamadas. Luciana Gimenez, da RedeTV, também já vinha apostando em entrevistas por meio de seu telão nos programas que comanda. São saídas interessantes para manter o interesse do público num momento em que entretenimento em casa nunca foi tão necessário.

André Santana

2 comentários:

  1. Acho o Conversa com Bial um ótimo programa, pena que é escondido na madrugada. Em algumas segundas, dependendo do filme na Tela Quente, o programa vai ao ar mais de 1h da manhã. Sem condições.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoro o Conversa com Bial! Costumo assistir no Globoplay e nas reprises da GloboNews.

      Excluir