sábado, 25 de abril de 2020

História da TV: Quando Gilberto Braga e Aguinaldo Silva disputaram Gloria Pires


Já imaginou Pereirão, de Fina Estampa, com a cara de Gloria Pires? Pois a atriz foi o primeiro nome pensado por Aguinaldo Silva para viver a personagem, quando a novela ainda era um projeto chamado de Marido de Aluguel. Na época em que a sinopse da produção foi aprovada pela direção da Globo, Aguinaldo Silva mantinha um blog muito badalado na Globo.com, onde costumava escrever tudo o que lhe vinha à cabeça e adiantar suas ideias e atividades.

Foi em seu blog que Aguinaldo Silva anunciou a criação de sua “master class”, um curso de roteiro ministrado por ele para orientar aspirantes a novelistas. Foi ali que ele abriu inscrições, recebeu textos de interessados e formou a primeira das turmas de seu curso, que daria dor de cabeça a ele e a Globo anos depois, no caso O Sétimo Guardião. No entanto, naquele momento, a coisa fluiu, e a sinopse de Marido de Aluguel foi aceita pela emissora, que chegou a contratar alguns alunos do curso para atuarem como colaboradores.

Naquele período, Aguinaldo Silva declarou ao site O Fuxico que pensava em Gloria Pires e Letícia Spiller para os papéis centrais. À Gloria caberia a então personagem-título, enquanto Letícia viveria a vilã Tereza Cristina. As duas disputariam o personagem de Dalton Vigh, adiantou o autor. Dalton, como se sabe, foi o protagonista da novela anterior de Silva, Duas Caras, e caiu nas graças do novelista. No entanto, nas notícias seguintes sobre a produção da trama, o nome de Letícia Spiller foi esquecido. Alguns sites noticiaram que Lília Cabral estava cotada para a vilã.

Mas Gloria Pires estaria confirmadíssima como Griselda. Ou quase. Isso porque a atriz estava acertada com Gilberto Braga e Ricardo Linhares para a próxima novela da dupla. A ela caberia o papel de Norma, a grande protagonista da trama que vinha sendo chamada de Lado a Lado (depois, teve o nome trocado para Insensato Coração). E a trama seria justamente a antecessora de Marido de Aluguel. Foi aí que a disputa começou.

Inicialmente, a imprensa especializada noticiou que Gloria faria as duas novelas. Isso porque estava previsto que Norma morreria antes do fim de Insensato Coração, o que liberaria a atriz para atuar em Marido de Aluguel. Isso foi dado como certo, até que Gilberto Braga veio a público. Ele disse que a informação não procedia, e que contava com Gloria em sua novela inteira. O que de fato aconteceu. Norma morre assassinada, mas apenas na última semana de Insensato Coração. E não faria sentido morrer antes, já que, como dito acima, era ela a grande protagonista da novela.

Assim, sem Gloria, Lília Cabral foi confirmada no posto de protagonista da novela, aí já chamada de Fina Estampa. Enquanto isso, Christiane Torloni assumiu o papel da vilã Tereza Cristina. E Fina Estampa foi um grande sucesso, recuperando a audiência da Globo no horário, que vinha de uma série de novelas medianas: Insensato Coração teve recepção morna, assim como suas antecessoras Passione e Viver a Vida.

Ah, outra curiosidade: o nome definitivo, Fina Estampa, foi tirado da própria novela. Isso porque Marido de Aluguel não estava disponível para registro, o que obrigou a Globo a mudar o nome da novela. E Aguinaldo Silva tirou Fina Estampa da trama, já que, inicialmente, era esse o nome da grife de Esther (Julia Lemmertz). Assim, Fina Estampa virou o nome da novela, enquanto a grife passou a ser chamada de Fio Carioca.

André Santana

9 comentários:

  1. Fina estampa foi uma novela básica que repetiu de forma leve maria do Carmo a griselda .mulher pobre que vence e a teresa cristima uma nova Nazaré....ele ja ta estava meio decadentes ai
    Última novela boa dele foi duas caras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fina Estampa é uma mistura torta de Betty a Feia e My Fair Lady, mas sem conseguir ser nenhuma das duas.

      Excluir
  2. Eu me lembro que antes de se chamar Fina Estampa a novela ainda chegou a receber o título de Pura Estampa, alguma história assim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. Tinha algo assim mesmo, acho que era uma das opções.

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Parece que a Cláudia Abreu tbm foi cotada pra interpretar Norma, mas acabou ficando de fora por estar grávida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Filippe, até onde sei, a Norma sempre foi da Gloria Pires. A Claudia Abreu foi convidada por Gilberto Braga na novela anterior, Paraíso Tropical. Ele a queria vivendo as gêmeas Paula e Taís. Mas a gravidez a impediu de fazer, e ela foi substituída pela Alessandra Negrini.

      Excluir
    2. Apesar de ter criticado a escolha da Glória para Lola, de Éramos Seis, destaquei sua atuação em Insensato Coração que na minha humilde opinião foi seu último grande papel na tv.

      Excluir
    3. Concordo com você! Gloria fez uma Norma brilhante! Acho uma pena que Insensato Coração seja considerada um flop, porque era uma novela muito boa! Pior ainda é que o público se lembra dela errado, fica falando que era a história da Marina (Paolla Oliveira). Não era! Insensato Coração era a história da Norma!

      Excluir